Ana Paula Valadão faz fala homofóbica e culpa gays por aids

Por: Redação

Vídeo de Ana Paula Valadão, durante Congresso Diante do Trono de 2016, viraliza e fala da pastora vai parar nos assuntos mais comentados do twitter. O motivo é uma declaração homofóbica na qual ela diz que ser gay não é normal. “A Bíblia chama qualquer escolha contrária a que Deus determinou como ideal, como ele nos criou para ser, de pecado”, justificou.

Ana Paula continuou dizendo que “a aids está aí para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte”. Fato que não faz sentido, já que pessoas heterossexuais também são contaminadas pelo vírus do HIV.

Alô, Ana Paula Valadão: vem aprender sobre HIV e Aids e parar de ser preconceituosa

No twitter as declarações vem gerando revolta, já que homofobia é crime. Em nota, a Aliança Nacional LGBTI+ divulga que: “O discurso de Ana Paula beira ao absurdo, extrapolando a liberdade religiosa e de expressão, tornando-se um discurso odioso, fanático e amplamente desproposital, com consequências potencialmente desastrosas, principalmente para quem a segue (…) Não se deve acreditar em um Deus como este pregado pela apresentadora, que espalha preconceitos, estigmas e ódio!”.

No vídeo original pode ser visto a fala a partir de 56:35minutos: 

Saiba o que fazer e como denunciar casos de homofobia

Em alguns casos, a discriminação pode ser discreta e sutil, como negar-se a prestar serviços. Não contratar ou barrar promoções no trabalho e dar tratamento desigual a LGBT são atos homofóbicos também.

Mas muitas vezes o preconceito se torna evidente com agressões verbais, físicas e morais, chegando a ameaças e tentativas de assassinato.

Qualquer que seja a forma de discriminação, é importante que a vítima denuncie o ocorrido. A orientação sexual ou a identidade de gênero não deve, em hipótese alguma, ser motivo para o tratamento degradante de um ser humano. Entenda como denunciar. 

Compartilhe: