Auxílio-moradia de juízes: 200 mil pessoas se mobilizam contra

Por Change.org

Por: Change.org (Oficial) Comunicar erro

O auxílio-moradia pago a juízes, desembargadores, procuradores e promotores já custou R$ 5,4 bilhões aos cofres públicos desde 2014, aponta levantamento do Contas Abertas. Juízes como Sergio Moro e o novo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Manoel de Queiroz Calças, recebem a gratificação mesmo sendo proprietários de imóveis.

Em março, a manutenção ou não do auxílio-moradia deverá ser votada no Supremo Tribunal Federal. O benefício causa indignação em boa parte da população, e cerca de 200 mil pessoas já se posicionaram contra o auxílio-moradia em mobilizações como a de Jonathas Oliveira, de Manaus (AM).

Crédito: LULA MARQUESSérgio Moro durante depoimento no Congresso. O juiz recebe auxílio-moradia de R$ 4,37 mil

Para Jonathas, os juízes “já recebem salários generosos perto do salário mínimo”, e não há razão para mais um benefício – muitas vezes no valor de R$ 4,37 mil.

Leia a petição: www.change.org/AuxilioMoradia

“Faça as contas: são 16.429 juízes em todo o Brasil e 12.262 integrantes do Ministério Público [MPF e MPs estaduais]. Com um auxílio-moradia desses, o custo para o orçamento público possivelmente é de R$ 1,5 bilhão ao ano e de R$ 125 milhões ao mês”, afirma o criador do abaixo-assinado, em seu texto publicado na Change.org.

Comentários
Centenas de pessoas se manifestaram com comentários na petição sobre o auxílio-moradia. Morador de Piranhas, no interior de Alagoas, Marcio Silva foi taxativo em seu argumento: “Auxílio a gente dá a quem precisa. Um juiz que recebe cerca de R$ 30 mil vir falar em auxílio é zombar da sociedade. É tornar mais desigual este país já tão desigual”.

Uma decisão liminar expedida em 2014 pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, garante que todos os membros do Judiciário podem pedir o auxílio-moradia, mesmo que possuam imóvel próprio.

Comentário de Márcio Silva, morador de Piranhas (AL)

Outro lado
Após a repercussão da notícia sobre o pagamento de auxílio-moradia
, o juiz Sergio Moro se pronunciou. Para ele, o benefício dado a magistrados em todo o país é uma forma de compensar a falta de reajuste salarial para os juízes federais. “O auxílio-moradia é pago indistintamente a todos os magistrados e, embora discutível, compensa a falta de reajuste dos vencimentos desde 1º de janeiro de 2015 e que, pela lei, deveriam ser anualmente reajustados.”

Em entrevista coletiva, o desembargador Manoel de Queiroz Calças, novo presidente do TJ-SP, afirmou que o valor do auxílio-moradia “é muito pouco”.  Trata-se de uma forma de salário indireto, ressaltou. “Ele tem o nome de auxílio porque na Lei Orgânica da Magistratura é previsto como tal e tem uma decisão da Suprema Corte que está prevendo para todos os juízes“, disse o magistrado, em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”.

Compartilhe:

Por: Change.org (Oficial)

O maior portal de petições online do Brasil. São 280 milhões de pessoas fazendo a diferença em 196 países e 19 milhões só no Brasil. Instagram: https://www.instagram.com/changeorg_br/

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Change.org Brasil da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

1 / 8
1
08:59
Lobão analisa a relação de Bolsonaro com seus filhos
Um dos poucos nomes do meio artístico a apoiar a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), o músico Lobão revelou recentemente …
2
08:31
Lobão explica como funciona a mente de Olavo de Carvalho
Em entrevista ao vivo no estúdio da Catraca Livre para o jornalista Gilberto Dimenstein, o cantor Lobão, ex-afeto de Olavo …
3
03:39
Alter do Chão sofre com incêndio de grandes proporções
As chamas que consomem uma área de preservação ambiental de Alter do Chão, em Santarém, no Pará, voltaram a se …
4
09:33
Glenn Greenwald: Os limites do jornalismo no governo Bolsonaro
Em entrevista a Gilberto Dimenstein, da Catraca Livre, Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil, site responsável pela série de …
5
03:50
Clã Bolsonaro nomeou familiares para cargos de confiança
Uma reportagem publicada pela revista Época mostra que 17 familiares de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro,  foram …
6
10:59
David Miranda x Coaf: Glenn Greenwald fala sobre a investigação
Uma matéria publicada pelo jornal O Globo deu destaque para um relatório do Coaf, em que o deputado federal David …
7
05:12
Glenn Greenwald fala qual foi a matéria mais importante da #VazaJato
Qual foi a matéria mais importante da #VazaJato até agora? Quem responde essa pergunta é o jornalista Glenn Greenwald, do …
8
04:32
É possível apoiar a #VazaJato ao mesmo tempo que a Operação Lava Jato?
O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, deu uma longa entrevista ao jornalista Gilberto Dimenstein sobre a …