Bolsonarianas denunciam golpe após cancelamento de evento com 1ª dama

Evento reuniria mulheres que apoiam Bolsonaro e anunciava a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro

Por: Redação

Um grupo de mulheres de diversos estados intituladas “bolsonarianas” alega ter sido vítima de estelionato após cancelamento de um evento em Brasília. As informações são do G1.

Intitulado 1º Congresso Nacional das Bolsonariana, o evento que aconteceria ontem e hoje foi cancelado após a divulgação de um áudio da ministra Damares Alves (Família) em que ela afirmava que não iria ao encontro em prol do presidente Jair Bolsonaro.

Crédito: Reprodução/Twitter 

Além de Damares, a divulgação do evento prometia a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro.

O grupo de 11 mulheres registraram boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia, na Asa Sul, em Brasília.

De acordo com o G1, as organizadoras do evento foram identificadas como Giselle de Sousa Pereira –assessora especial da Casa Civil por breve período– e Alícia Moreno.  Elas teriam orientado um grupo inicial coma promessa de pagar apenas R$ 100 para ter direito a hospedagem com café da manhã e translado durante o Congresso.

Toda a organização do evento e contato com as participantes teria sido feito por um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp.

Compartilhe: