Últimas notícias:

Loading...

Campanha ‘Adote uma Diarista’ apoia trabalhadoras em Paraisópolis

Iniciativa do Emprega Comunidades busca arrecadar recursos para ajudar famílias de baixa renda afetadas pela falta de serviços em meio ao coronavírus

Por: Redação
 Paraisópolis, favela na zona sul de São Paul
Crédito: Vilar Rodrigo / WikipediaO projeto Emprega Comunidades foi criado em Paraisópolis, favela na zona sul de São Paul

O projeto Emprega Comunidades, criado em Paraisópolis, favela na zona sul de São Paulo com mais de 100 mil moradores, lançou a campanha “Adote Uma Diarista” para apoiar os profissionais liberais de baixa renda, que foram os mais afetados pela crise econômica em meio à pandemia do novo coronavírus.

O objetivo da ação é arrecadar recursos para garantir o suporte ao sustento desses trabalhadores e suas famílias. Conhecido como o “LinkedIn da favela”, o Emprega Comunidades nasceu com o intuito de reduzir a distância entre empresas e os candidatos, moradores das favelas, às vagas.

“Atuamos em quatro frentes: terceirização de mão de obra, agência de emprego, qualificação profissional presencial e a distância e com ‘Pereirão – manutenção 24 horas'”, explica Rejane Santos, fundadora do projeto.

Muitas diaristas foram dispensadas neste momento de crise de Coronavírus.Recebemos relatos de dezenas de mulheres que…

Posted by Emprega Comunidades on Tuesday, March 24, 2020

O Emprega Comunidades está cadastrando diaristas que foram dispensadas no período de quarentena.

Posted by Emprega Comunidades on Saturday, March 21, 2020

De acordo com Rejane, antes desta crise, o projeto tinha um banco de dados com mais de 8 mil candidatos cadastrados, mas, com a pandemia, tem aumentado ainda mais este número.

“Os profissionais liberais, como diaristas e motoristas, foram dispensados, até passar o período de quarentena. Isso significa que milhares de famílias ficaram sem qualquer tipo de condição financeira para sobreviver com o minimo neste período já tão duro que todos estamos passando”, afirma.

Para que seja possível apoiar estes profissionais até passar a crise, foi criada uma campanha de financiamento coletivo. “Vamos cuidar de quem cuida da sua casa, não vamos permitir que passem fome. Contribua e compartilhe”, reforça Rejane. Veja como ajudar neste link!

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail: emprega@paraisopolis.org.