CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Caso Bilynskyj: áudios revelam detalhes do namoro de modelo e delegado

Família da modelo não acredita na versão de que ela se matou após atirar em delegado em São Bernardo do Campo

Por: Redação

O programa “Fantástico”, da TV Globo, teve acesso com exclusividade a áudios e mensagens enviadas pelo delegado Paulo Bilynskyj, 33 anos, e a modelo Priscila Delgado, 27 anos, a amigos e familiares antes do crime que chocou a Grande SP na última quarta-feira, 20.

A modelo gaúcha foi encontrada com um tiro no peito e o delegado atingido por cerca de seis disparos no apartamento do casal em São Bernardo do Campo (SP).

Crédito: Reprodução/TVFamília de modelo não acredita na versão de que ela se matou após atirar em delegado em São Bernardo do Campo

Nas mensagens, aparentemente, o casal se mostrava feliz com o relacionamento e com o casamento, que ocorreria no dia 6 de junho.

Em um vídeo gravado no hospital, Paulo acusou diz que estava tomando banho quando Priscila entrou no banheiro com uma arma e disparou em sua direção diversas vezes. O motivo seria mensagens que ela leu no celular dele. Após os disparos, segundo o delegado, a modelo atirou em si mesma.

A polícia investiga o caso como possível feminicídio.

Paulo e Priscila se conheceram pela internet no fim do ano passado e, desde de abril, estavam morando juntos e planejavam se casar no mês que vem.

Em entrevista ao Fantástico, a família de Priscila contesta a versão do delegado.

“Não, não acreditamos. A família não acredita [de que Priscila teria se matado após atirar contra Bilynskyj”, disse um primo da modelo ao programa da TV Globo.

No apartamento do delegado, policiais encontraram seis armas: duas pistolas, dois fuzis, uma metralhadora e uma espingarda.

Entenda o que é feminicídio

Por dia, três mulheres são assassinadas, vítimas do feminicídio, no Brasil. A cada dois segundos, uma mulher é agredida no país. Quase 80% dos casos, os agressores são o atual ou o ex-companheiro, que não se conformam com o fim do relacionamento.

O feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher em decorrência do fato de ela ser mulher ou em decorrência de violência doméstica. Quando o assassinato de uma mulher é decorrente, por exemplo, de latrocínio (roubo seguido de morte) ou de uma briga entre desconhecidos ou é praticado por outra mulher, não há a configuração de feminicídio.

Saiba mais sobre feminicídio aqui.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.