CBF discute extinguir seleção permanente de futebol feminino

Por: Redação

“Não deixem de apoiar o futebol feminino”, disse a jogadora Marta após a derrota do Brasil na disputa da medalha de bronze na Rio 2016. No entanto, parece que este não é o posicionamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em conversa informal com o Globo Esporte, um dos principais dirigentes da instituição teria afirmado que o futebol feminino não “pega” no país.

De acordo com o site, o integrante da cúpula da CBF argumenta que o resultado do time na Olimpíada não foi o esperado e agora vai restar apenas “a conta para pagar”. O executivo ainda defende a extinção da seleção permanente feminina, fazendo com que o Brasil passe somente a monitorar atletas nacionais e internacionais.

A situação do futebol feminino pode ficar ainda mais complicada
Crédito: Flavio Florido/Exemplus/COBA situação do futebol feminino pode ficar ainda mais complicada

E o cenário pode ficar ainda mais preocupante, pois isso resultaria no corte do apoio da CBF às atletas, como os salários mensais e a regulamentação de competições nacionais. Nos próximos dias, o assunto deve ser discutido pela confederação.

A declaração do dirigente vai contra ao que ressalta a Fifa, que procura incentivar o desenvolvimento do futebol feminino, inclusive repassando recursos à CBF.

Mais do que nunca, o futebol feminino precisa do nosso apoio! 

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.