Com críticas ao Jornal Nacional e a Lula, Roberto Jefferson vira ídolo bolsonarista

Presidente nacional do PTB, que já foi preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, conseguiu a adoração daqueles que se dizem contra a corrupção

Por: Redação

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, condenado em 2012 por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no esquema do Mensalão, virou ídolo dos bolsonaristas. Nas redes sociais, o político tem se colocado ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e criticado qualquer um que se oponha ao Governo.

roberto jefferson
Crédito: Reprodução/TwitterRoberto Jefferson é o novo ídolo bolsonarista das redes sociais

Sua conta do Twitter, seguida por mais de 170 mil internautas, é usada para atacar o que ele chama de “esquerda”, exaltar as decisões de Bolsonaro, colocar-se como um “alferes de Deus” e espalhar fake news sobre o novo coronavírus.

Roberto Jefferson virou uma espécie de deus para os bolsonaristas. Será que eles perdoam o passado do político, só porque ele é apoiador de Bolsonaro? Qual a lógica de se opor a corrupção, mas passar pano para alguém que já foi condenado exatamente por esse crime?

Veja alguns dos tweets do político que bolsonaristas simplesmente amaram:

Crítica ao Jornal Nacional

Crítica a FHC e Lula

Fake news (das ruins!)

Crítica ao auxílio emergencial

Crítica ao Datafolha

Incentivo ao uso da ivermectina como prevenção ao coronavírus, sendo que não há NENHUMA comprovação científica desta eficácia

Dizer que Bolsonaro fez a transposição do rio São Francisco, quando a obra já foi entregue a ele 94% pronta… para, né?!

Compartilhe: