Últimas notícias:

Loading...

Como identificar e denunciar o assédio sexual no trabalho

"Meu chefe sempre me chama de 'linda' e eu fico constrangida. Essa conduta, configura assédio sexual?"; entenda

A denominação assédio sexual, por si só, já causa temor. Contudo, os dados são ainda mais alarmantes: pesquisas recentes apontam que uma a cada cinco mulheres já sofreram assédio sexual no trabalho.

Em realidade, a maioria das mulheres ainda sofre calada, por diversos motivos, entre eles, receio de sofrer retaliações, vergonha dos colegas de trabalho e da família e, principalmente, por desconhecer seus direitos.

Infelizmente, ainda hoje, mesmo que as informações estejam cada vez mais disseminadas no mundo, graças aos avanços da internet, muitas das mulheres não sabem ao certo o que é assédio sexual, quais atitudes do assediador configuram a prática e quais as medidas de punições.

Por isso, é de extrema valia que você, profissional, que esteja suspeitando das condutas inapropriadas no âmbito do trabalho, fique atenta!

Em outras palavras, o que é assédio sexual no ambiente de trabalho?

assédio no trabalho
Crédito: ReproduçãoCena de “O Escândalo” filme baseado nos casos de acusações de assédio contra o ex-CEO da Fox News

Sob o ponto de vista criminal, o Código Penal, em seu art. 216-A, descreve o assédio sexual no trabalho como o ato de “constranger alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente de sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função”, com pena de um a dois anos de detenção.

Resumindo, o assédio sexual no trabalho configura crime, isto é, o assediador poderá responder a processo criminal e ser condenado penalmente.

Na maioria dos casos, o assédio sexual está intimamente ligado com o poder, sendo exemplos clássicos, pedidos de “favores sexuais” em troca de promoção ou aumento salarial.

É importante ressaltar, o assédio sexual ofende a dignidade, a honra, o direito de preservação da intimidade e da liberdade sexual da vítima.

“Meu chefe sempre me chama de “linda” e eu fico constrangida. Essa conduta, configura assédio sexual?”

Esse é um exemplo clássico do assédio sexual, mas que sempre é abafado pela maioria das pessoas, como já disse, em virtude do receio da demissão e da vergonha do julgamento alheio.

No escritório, constantemente lido com mulheres que são elogiadas em particular pelos superiores hierárquicos e que se sentem extremamente constrangidas com tal fato.

As formas mais comuns de assédio no trabalho incluem:

Continue lendo aqui: Como identificar e denunciar o assédio sexual no trabalho

Texto escrito por Victoria Monteiro e publicado no Superela

Em parceria com Superela

O Superela é uma plataforma comprometida em aumentar a autoestima das mulheres. Nós empoderamos elas através de conteúdo sobre amor, sexo, vida beleza e estilo, e uma comunidade de suporte emocional para elas, altamente engajada e do bem. <3

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Superela

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.