Danilo Gentili posiciona-se contra Bolsonaro, apoiador de rodeios

Presidente declarou que "tem orgulho" de apoiar as festas de peão e vaquejadas durante fala em evento de Barretos (SP)

Por: Redação

O apresentador Danilo Gentili compartilhou no Twitter uma crítica ao discurso feito por Jair Bolsonaro (PSL) na Festa do Peão de Barretos, no sábado, 17, em que declarou não existir “politicamente correto” em festas de peão.

Crédito: DivulgaçãoDanilo Gentili expõe opinião contra Jair Bolsonaro no Twitter

O presidente disse “ter orgulho” de apoiar as festas do gênero, incluindo vaquejadas. “Para nós, não existe o politicamente correto. Faremos o que tem que ser feito”, disse, durante festa em Barretos, sendo aplaudido pelo público presente.

O apresentador Peter Jordan expôs sua opinião contrária à de Bolsonaro e tuitou: “Uma pena o presidente pensar assim”. Gentili endossou o comentário do colega e acrescentou: “Faço minha as palavras de Peter Jordan”.

DANILO GENTILI DIZ QUE DEPUTADO ‘CHUPA FILHO DE BOLSONARO’

Ele ainda seguiu: “Maus-tratos a animais não têm nada a ver com politicamente correto. Sou absolutamente contra qualquer lazer do homem que envolva violência com animais. E se você acha que o animal não sofre, pede para ter a bunda ou o saco amarrado.”

“Matar animal para se alimentar é o que a própria natureza faz. Poderíamos usar a regra do ‘precisa’. Precisamos de remédios? Sim, então paciência. Precisamos de carne? Sim, então paciência. Precisamos apertar o saco do boi para ele pular de dor e a gente rir? Não. Então para, né?”, complementou.

Ironicamente, no mesmo evento, Bolsonaro assinou um decreto que promete cuidar do bem-estar de animais utilizados com o propósito de “entretenimento”.

A proposta é que seja responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento avaliar os protocolos de bem-estar animal elaborados por entidades promotoras de rodeios.

Bem confusa essa classificação de “bem-estar animal” assinada pelo presidente, não é mesmo?

Confira na íntegra os tuítes de Gentili: