Últimas notícias:

Loading...

Dia Internacional da Mulher: como foram os protestos no país

Ao menos 55 países aderiram às paralisações da Greve Internacional de Mulheres

Por: Redação

8 de março de 2017. No Dia Internacional da Mulher, mulheres de todo o mundo foram às ruas protestar pelo fim da cultura do estupro, pela igualdade salarial no mercado de trabalho, por liberdade sexual, contra a violência de gênero e contra o machismo.

Ao menos 55 países aderiram às paralisações da Greve Internacional de Mulheres, que propunha que as mulheres parassem por um dia os trabalhos domésticos justamente para torná-los visíveis e demonstrar que essas tarefas devem ser valorizadas.

“Parar por um dia as atividades de cuidado é uma forma de ressignificar o conceito de greve, que ao longo da história esteve vinculado somente ao trabalho produtivo. Queremos visibilizar também o trabalho reprodutivo e não-remunerado que nós mulheres desempenhamos”, dizia o manifesto.

Crédito: Fernando Frazão/Agência BrasilDiversas entidades e grupos do movimento feminista participam da Marcha Mundial das Mulheres no centro do Rio

No Brasil, as mulheres ganham apenas 76% do que recebem homens na mesma faixa etária, com cargos e formações similares. A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) ainda revela que, enquanto 45% dos homens se dedicam à atividades não remuneradas, essa fatia entre mulheres é de 85%.

Além disso, segundo dados divulgados nesta semana pela Datafolha, 503 mulheres foram vítimas de agressão física a cada hora em 2015 no Brasil.

Veja como foram as manifestações em algumas cidades:

São Paulo

Belo Horizonte

Salvador

Rio de Janeiro

Recife

  • Neste Mês da Mulher, o Catraca Livre vai prestar homenagens diárias a personagens do gênero feminino que nos inspiram. Saiba mais sobre acampanha #MulheresInspiradoras.

Compartilhe:

?>