EBC proíbe termo ‘fuzilamento’ em morte de músico por militares

Sob Bolsonaro, reportagens têm sofrido censura no uso de uma série de palavras

Por: Redação | Comunicar erro
fachada da EBC e Evaldo dos Santos Rosa, músico morto por militares no Rio
Crédito: Reprodução / EBC / FacebookEvaldo dos Santos Rosa teve o carro fuzilado por militares com mais de 80 tiros no domingo

De acordo com o jornalista Guilherme Amado, da revista Época, a EBC (Empresa Brasil de Comunicação) proibiu os funcionários de usarem o termo “fuzilamento” em pautas sobre o assassinato do músico Evaldo dos Santos Rosa, que teve o carro fuzilado por militares com mais de 80 tiros no domingo, 7, Rio de Janeiro.

Em uma mensagem interna da empresa, na quarta-feira, 10, um repórter da rádio da EBC questiona a chefia por ter tido a palavra “fuzilamento” retirada de seu texto, que abordava a morte do músico. O chefe respondeu a pergunta afirmando que o termo não é o utilizado “oficialmente” e, por isso, seria retirado da matéria.

Em anonimato, outros funcionários contaram que também receberam ordens para não afirmarem nas reportagens que Evaldo foi fuzilado. A palavra não foi usada em nenhum conteúdo a respeito do crime. No lugar disso, há menções como “o Exército disparou contra um carro de passeio” e “o carro em que estava foi atingido”.

Confira a coluna na íntegra.

Mais censura

Desde que o presidente Jair Bolsonaro assumiu a Presidência, a EBC tem se referido à Ditadura Militar como “regime militar” e “período militar”. Não há o uso dos termos “Ditadura Militar” ou “golpe”.

À revista Época, funcionários da empresa pública de comunicação – responsável pela Agência Brasil, TV Brasil e Rádio Naciona – relatam que tiveram textos modificados antes de serem publicados.

“Meu chefe falou: ‘Temos que dar o texto que a diretoria de Jornalismo aprovou'”, afirma uma servidora de uma TV da empresa sobre uma reportagem em que Bolsonaro comentava a ordem de comemorar o aniversário do golpe de 1964. No texto, foi usado o termo “regime militar”.

Sob anonimato, “repórteres que cobriram manifestações contra o aniversário do golpe também afirmam que tiveram o material modificado pela chefia da empresa, o que é incomum”.

Desde a polêmica sobre a ordem de Bolsonaro para os quartéis comemorarem o 31 de março de 1964, a Agência Brasil, segundo a Época, não usou nenhuma vez “ditadura” ou “golpe” no texto direto dos repórteres, isto é, fora de fala de terceiros.

Nesta quarta-feira, 10, Bolsonaro nomeou o coronel do Exército Roni Baksys Pinto para de cargo de diretor-geral da EBC.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …