Últimas notícias:

Loading...

Emerson Fittipaldi estrela campanha sobre aumento de velocidade

A Associação dos Ciclistas Urbanos de SP entrou com ação para impedir o aumento das velocidades máximas nas marginais

Por: Redação

A Prefeitura de São Paulo escalou Emerson Fittipaldi, bicampeão de Fórmula 1, para estrelar a campanha publicitária que informa o aumento das velocidades máximas permitidas nas marginais Tietê e Pinheiros a partir de 25 de janeiro, aniversário da cidade.

O ex-piloto de F1 Emerson Fittipaldi
O ex-piloto de F1 Emerson Fittipaldi

“Nas minhas corridas, a segurança sempre esteve em primeiro lugar. A partir de 25 de janeiro, as velocidades nas marginais serão readequadas. Faça como eu: não use celular dirigindo, respeite o motociclista, o ciclista e o pedestre. Respeite a sinalização. Nas pistas ou no trânsito, quem tem que estar na frente é a vida. Trânsito bom é trânsito seguro”, diz Fittipaldi. As informações são do “Estado de S. Paulo”.

Os limites de velocidade nas pistas expressas vão subir de 70 km/h para 90 km/h; nas pistas centrais, de 60 km/h para 70 km/h e, nas locais, de 50 km/h para 60 km/h.

Para a maior parte dos especialistas em trânsito, porém, promover essas alterações representará grave retrocesso.

Dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) obtidos pela “Folha” apontam que, com a redução das velocidades, medida implementada pela gestão de Fernando Haddad, o número de vítimas fatais em decorrência de acidentes de trânsito nas marginais caiu 52%. De julho de 2015 a junho de 2016, o número de mortes registrados foi 31. Um ano antes, foram 64 ocorrências.

De agosto do ano passado a outubro deste ano, não há nenhum registro de morte por atropelamento na marginal Tietê, também segundo a CET.

A Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade) entrou nesta quinta-feira, dia 19, com uma ação civil pública para barrar o aumento das velocidades máximas nas marginais.

O pedido do Ciclocidade é baseado no fato de que a prefeitura não deu garantias de que a medida não coloca em risco a vida de quem circula pelas vias. O processo correrá na 4ª Vara de Fazenda Pública – Foro Central.

Compartilhe:

Tags: #Política
?>