Empresário é de novo acusado de filmar mulher praticando ioga na Lagoa

Ricardo Roriz foi denunciado por amiga da advogada Mariana Maduro, que já havia reportado acusação contra ele na delegacia

Por: Redação

Mais um caso de vídeo expondo mulher praticando ioga na Lagoa, no Rio, está em investigação pela Polícia Civil.

O empresário Ricardo Roriz
Crédito: Reprodução O empresário Ricardo Roriz

A nova acusação também incide sobre o empresário Ricardo Roriz. Ele já havia sido denunciado por postar nas redes sociais um vídeo em que a advogada Mariana Maduro aparece praticando ioga na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio.

O novo caso foi denunciado após a repercussão da investigação aberta pela 12ª DP sobre a exposição da gravação com Mariana Maduro.

Desta vez, a vítima é outra amiga de Mariana, que menos de um mês antes do episódio com a advogada também teria sido filmada praticando ioga na Lagoa.

“A segunda vítima compareceu à delegacia”, disse ao portal G1 a delegada Valéria Aragão. “Ela é amiga da Mariana, também pratica ioga no mesmo local e também foi filmada por ele com zoom no seu corpo. Houve comentários negativos, bem desagradáveis”, disse.

“Ela se sentiu ofendida, aviltada na sua condição de mulher por estar praticando exercício físico ao ar livre e ser exposta dessa forma em uma rede social com muitos seguidores”, afirmou a delegada.

O empresário Ricardo Roriz novamente vai responder por injúria qualificada e perturbação da tranquilidade.

No caso da filmagem de Mariana Maduro, Roriz conversava nas gravações com o amigo Celso Barros, que também foi denunciado.

Na ocasião, o empresário pediu desculpas em suas redes sociais pelo “erro cometido”.