Últimas notícias:

Loading...

Enem: Bolsonaro diz que questão sobre salários de Neymar e Marta é ‘ridícula’

Presidente justificou a desigualdade como ações da "iniciativa privada"

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está insatisfeito com algumas das questões que caíram no primeiro dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste domingo, 17. Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada ocorrida na manhã desta segunda-feira, 18, o presidente considerou a questão de compara os salários de Marta e Neymar Jr. como “ridícula”.

O presidente disse que “o futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil” e justificou a desigualdade como ações da “iniciativa privada”.

Brasil lidera ranking de diferença salarial entre e homens e mulheres; confira os números

“O banco de questões do Enem não é do meu governo ainda, é dos governos anteriores. Têm questões ali ridículas, ainda. Ridículas, tratando do assunto. Comparando mulher jogando futebol, mulher e homem, por que que a Marta ganha menos que o Neymar…”, iniciou.

neymar marta
Crédito: ReproduçãoBolsonaro ridiculariza questão do Enem que compara salários de Marta e Neymar

“Não tem que ter comparação, o futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano, todos os times de futebol juntos no Brasil não faturam por ano. Como que vai pagar para a Marta o mesmo salário? Isso chama-se iniciativa privada. Ela que faz o salário. Ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, [o exame] faz umas questões absurdas sempre pregando a igualdade, mas por baixo”, completou.