Entregador vítima de bullying por miss ganha moto em programa de TV

O jovem se emocionou na hora de receber o presente durante o programa “Pop Show”, da TV Cidade Verde

Por: Redação

O entregador Luiz André, 22, vítima de bullying por parte de uma miss nas redes sociais por usar uma bicicleta para entregar comida, ganhou uma moto para trabalhar em um programa de TV de Cuiabá (MT) nesta segunda-feira, 28.

O jovem ganhou se emocionou no momento da entrega do presente durante o programa “Pop Show”, da TV Cidade Verde.

Crédito: Reprodução/TVEntregador Luiz André se emocionou na hora de receber o presente durante um programa de TV

Luiz André é órfão de mãe e não sabe do paradeiro do pai. Ele também ganhou o valor para tirar a carteira de habilitação para motos.

“Quero agradecer a Deus, a quem me apoiou, aos entregadores que trabalham dia e noite, aos meus parentes”, disse o jovem.

Entenda o caso

Luiz André foi vítima de chacota e deboche por parte da ex-miss Campo Novo do Parecis Bruna Reis Figueredo, enquanto trabalhava fazendo entregas de bicicleta nas ruas de Cuiabá na semana passada.

No vídeo postado em seu perfil no Instagram, Bruna diz: “Tá ruim pra mim, tá ruim pra você, tá ruim até pro entregador. Não desmerecendo o trabalho do menino, mas é aí que você vê porque sua comida chega atrasada. A pessoa, além de estar de bicicleta, está em marcha lenta, não está conseguindo subir a ladeira”.

Os organizadores do concurso entenderam que Bruna assumiu um comportamento que fere os princípios de uma miss e lamentou o ocorrido. “A organização repudia qualquer atitude discriminatória ou que deprecie outro ser humano. Tal conduta não é condizente com a função assumida ao conquistar a coroa que ela representa”, diz a nota.

miss com a coroa na cabeça
Crédito: Reprodução/InstagramMiss tem o título cassado

Após a repercussão do caso, Bruna se manifestou assumindo o erro e se desculpando. “Tive a imaturidade de fazer um vídeo falando sobre a lentidão e sobre a demora nas entregas de uber (…) Aquela brincadeira que em um minuto de deslize fazemos (sim, todos fazemos) e que infelizmente tem um peso atormentador”, escreveu.

Como evitar erros nas redes sociais

O Superela, parceiro da Catraca Livre, deu algumas dicas para evitar atitudes negativas nas redes sociais.  Confira duas delas:

1. Evite o spam

Quem é grande no Instagram não aguenta mais ver mensagens de ‘sgd’ (o famoso ‘sigo de volta’), ‘troco likes’ e outros links e comentários que só querem vender alguma coisa ou conseguir seguidores. Não seja essa pessoa, tá bom? Se você quer que os outros conheçam o seu canal / perfil, crie um conteúdo legal e divulgue de uma forma orgânica: isso significa que é muito mais válido você construir um público fazendo comentários construtivos e começando amizades do que fazendo spam em toda foto que aparece no seu Instagram.

2. Pense antes de escrever

Você já deve ter visto um textão machista de um antigo colega de escola e pensado: “Meu Deus, é agora que eu vou falar umas verdades para essa pessoa”, e mandou ver no teclado – só para se arrepender depois. Você percebe a briga homérica que começou nas redes sociais e terminou o dia se sentindo horrível, tanto pelas coisas que leu quanto pelas que escreveu.

Antes de fazer qualquer comentário em qualquer lugar por qualquer motivo que seja, pense um minuto antes de escrever: isso vai ofender a pessoa de alguma forma? Você gostaria de ler o que escreveu, se os papéis fossem trocados?

Continue lendo aqui.

Compartilhe: