Famosos usam internet para pedir que STF criminalize LGBTfobia

#CriminalizaSTF ,em apoio à causa, foi a mais comentada no Twitter e celebridades se juntaram ao apelo para o Supremo.

Por: Redação
Crédito: Reprodução: Redes Sociais#CriminalizaSTF  foi a mais comentada no Twitter e famosos se juntaram à causa

Na quarta-feira, 13, o Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar ação que visa tornar crime qualquer ato de discriminação conta LGBTs. Desde 2018 a avaliação da corte sobre o tema foi adiada por duas vezes.

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT) e o PPS pedem a criminalização de todas as formas de ofensa, individuais e coletivas, homicídios, agressões e discriminações motivadas pela orientação sexual e/ou identidade de gênero, real ou suposta, da vítima.

A #CriminalizaSTF ,em apoio à causa, foi a mais comentada no Twitter e famosos se juntaram ao apelo para o Supremo.

A cantora Pabllo Vittar postou em seu Instagram:

Visualizar esta foto no Instagram.

// #criminalizastf #écrimesim ?️?✨

Uma publicação compartilhada por Pabllo Vittar ✨? (@pabllovittar) em

A atriz Bruna Linzmeyer falou sobre o tema postando uma foto com a namorada:

Visualizar esta foto no Instagram.

quantes acham essa foto desnecessária? quantos e quantas dizem: pra quê? ser lésbica tudo bem mas ninguém aguenta mais você falando sobre isso. não precisava. quando leio isso, e ainda leio isso aqui, ainda aqui, que é um instagram de uma pessoa publicamente em um relacionamento lésbico, penso como isso me traz notícias de como nossa sociedade está. então o que não falta, se quisermos mesmo ver, são notícias de jornal falando de violências e homicídios contra pessoas lgbtq só porque essas pessoas são lgbtq. é a dificuldade de conseguir um emprego, de alugar uma casa, só porque você é trans, ou um casal de lésbicas, ou um casal gay. hoje o supremo tribunal federal vota a criminalização da lgbtqfobia. torna crime um ato motivado somente por ódio. #écrimesim #homofobiaécrime #criminalizastf

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer) em


Maísa publicou em seu Twitter: “#ÉCrimeSim #CriminalizaSTF por todas as vidas pelo amor pela tolerância pelo respeito. vamos fazer desse, um país de todos… ninguém merece viver com medo de amar”. Ela ainda completou com um recado para os preconceituosos: “homofóbicos podem dar unfollow, até agradeço. esse biscoito eu não quero”.

O Autor Walcyr Carrasco retwwetou post de Thais Araújo:


A Deputada Federal LuizaErundina (PSOL-SP) também usou sua página para apoiar a causa:


Veja mais alguns famosos que apoiam a criminalização da LGBTfobia:

Visualizar esta foto no Instagram.

#écrimesim Não aceitamos mais sangue derramado!

Uma publicação compartilhada por Aretuza Lovi (@aretuzalovi) em

Visualizar esta foto no Instagram.

#criminalizastf #écrimesim

Uma publicação compartilhada por Débora Falabella (@deborafalabellaoficial) em

Saiba mais sobre o tema:

1
‘Noivado’ de Regina Duarte com Bolsonaro divide opiniões
“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais …
2
A queda: entenda a polêmica que custou o cargo de Roberto Alvim
Após praticamente reproduzir um discurso do ministro nazista Joseph Goebbels, o ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, protagonizou uma polêmica que …
3
Impunidade de Victor não é caso isolado no Brasil de Bolsonaro
Victor Chavez, cantor sertanejo da extinta dupla Victor e Léo, foi condenado por agredir a esposa grávida de quatro meses …
4
Anarquia da ponte pra lá: a história do punk na periferia de SP
Autor do livro My Way, Valo Velho é história viva da cena anarcopunk de São Paulo. A Catraca Livre foi até …
5
Backer: entenda o caso das cervejas contaminadas
O Ministério da Agricultura suspendeu a venda de cervejas da marcar Backer e determinou que a empresa faça um recall …
6
O que é liberdade de expressão?
O que é liberdade de expressão? Entenda o significado e a importância desse direito tão importante para todos nós neste …
7
Entenda o acordo nuclear que envolve EUA x Irã
Errata: ao contrário do que aparece no vídeo, o nome do especialista entrevistado é Lucas Leite e não Felipe. O …
8
Depois de ataque e perseguição, Porta dos Fundos é alvo de censura
A Justiça do Rio de Janeiro resolveu mandar retirar do ar “A Primeira Tentação de Cristo”, um Especial de Natal …