Flávio Bolsonaro contrata ex-advogado de Sérgio Cabral para o lugar de Wassef

Rodrigo Roca foi advogado do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, condenado a mais de 200 anos de prisão

Por: Redação

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) dispensou o advogado Frederick Wassef e contratou Rodrigo Roca e Luciana Pires para defendê-lo no inquérito que apura as rachadinhas na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

Até 2018, Rodrigo Roca era advogado do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, condenado a mais de 200 anos de prisão por crimes de corrupção.

Rodrigo e Luciana são conhecidos também por defenderem militares acusados por crimes durante a ditadura.

Crédito: Reprodução/TwitterFlávio Bolsonaro diz que prisão de Queiroz é ataque ao seu pai

Luciana Pires defendeu o general Nilton Cerqueira, denunciado por seu envolvimento no atentado do Riocentro. Já Rodrigo Roca advogou para o general reformado José Nogueira Belham, acusado pelo assassinato e ocultação do cadáver do deputado federal Rubens Paiva.

Prisão de Queiroz

A saída de Frederick Wassef ocorre após a prisão de Fabrício de Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, em um imóvel de sua propriedade em Atibaia, no interior de São Paulo, na última quinta-feira, 18.

A TV Globo apurou que Wassef foi afastado da defesa de Flávio por uma decisão da família Bolsonaro. No entanto, em sua rede social, o senador disse que a decisão partiu do próprio advogado e que foi contrário a ela.

“A lealdade e a competência do advogado Frederick Wassef são ímpares e insubstituíveis. Contudo, por decisão dele e contra a minha vontade, acreditando que está sendo usado para prejudicar a mim e ao presidente Bolsonaro, deixa a causa mesmo ciente de que nada fez de errado”, escreveu o senador.

Compartilhe: