Últimas notícias:

Loading...

Flávio Bolsonaro vai à Justiça censurar Bonner e Renata Vaconcellos

O senador revoltou a web ao tentar impedir os jornalistas da Globo de noticiem o caso das 'rachadinhas' - escândalo de corrupção em que Flávio é pivô

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) protocolou nesta sexta-feira, 6, uma notícia-crime contra os apresentadores do Jornal Nacional, da TV Globo, William Bonner e Renata Vasconcellos, na tentativa de censurá-los por noticiarem o andamento das investigações e processo sobre as ‘rachadinhas’, o escândalo de corrupção que tem como pivô o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Flávio Bolsonaro Bonner Renata Vaconcellos
Crédito: Montagem: Reprodução/TVGlobo e Agência BrasilFlávio Bolsonaro vai à Justiça censurar Bonner e Renata Vaconcellos

Segundo os advogados de Flávio Bolsonaro, Bonner e Renata Vasconcellos teriam cometido o suposto crime de desobediência por descumpriram ordem judicial ao veicularem, nesta semana o depoimento de Luiza Souza Paes, ex-assessora de Flávio, que confirmou a existência do esquema de corrupção no gabinete do filho do presidente quando era deputado estadual no Rio de Janeiro. O boletim de ocorrência foi lavrado na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro.

Luiza Souza Paes revelou ao ministério público que nunca atuou como funcionária de Flávio Bolsonaro enquanto deputado, mas que tinha cargo registrado na Assembleia Legislativa do Rio e repassava mais de 90% do salário recebido ao assessor Fabrício Queiroz.

Flávio, Queiroz e mais 15 pessoas foram denunciadas à Justiça pelo Ministério Público, na última terça-feira, 3, pelos crimes como peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no caso da “rachadinha”.

Anteriormente ao depoimento de Luiza Souza Paes, no dia 4 de setembro, Flávio Bolsonaro conseguiu na 33ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) uma medida que proibiu a TV Globo de exibir qualquer documento ou peça das investigações sobre a prática de “rachadinha” no gabinete de Flavio Bolsonaro em seus tempos de deputado estadual no Rio.

Na web, a notícia-crime de Flavio Bolsonaro contra Bonner e Renata Vasconcellos gerou revolta na web e se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter. Confira a repercussão: