Últimas notícias:

Loading...

Flordelis é presa em casa acusada de matar marido

Ela também está proibida de manter contato com os outros acusados e por isso ficará em uma unidade prisional diferente

Por: Redação

A ex-deputada Flordelis foi presa no início da noite desta sexta-feira, 13, dentro de casa, em Niterói (RJ). Ela foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo. Na sequência, ela vai ao IML (Instituto Médico-Legal) e depois será enviada ao presídio de Benfica.

Flordelis é presa em casa acusada de matar marido
Crédito: Reprodução/Instagram @flordelisFlordelis é presa em casa acusada de matar marido

A Justiça do Rio de Janeiro acatou o pedido feito pelo Ministério Público do estado e decretou a prisão preventiva. Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. O crime ocorreu em junho de 2019, em Niterói.

Antes de ser levada pela polícia, Flordelis chegou a fazer uma live em que pede para seus fãs fazerem uma corrente de oração.

“Façam uma corrente de oração a meu favor. Tenham convicção de que eu não cometi crime algum. Eu sou inocente. Haja o que houver, aconteça o que acontecer. Ainda que me levem para uma prisão, lá na prisão eu serei adoradora [de Deus]. Para quê, eu ainda não sei. Mas ele [Deus] está me levando para lá [prisão]”, disse ela.

A decisão da Justiça saiu poucas horas depois do pedido do Ministério Público. “Mostra-se essencial para a garantia da ordem pública, da eventual aplicação da lei penal e conveniência da instrução criminal, afastando, assim, novas possíveis tentativas de obstrução da Justiça, e possibilitando a busca da verdade real de forma escorreita”, diz a decisão da juíza Nearis dos Santos.

Ela também está proibida de ter contato com qualquer um dos outros acusados e, por conta disso, ela será encaminhada a uma unidade prisional diferente.

Antes da votação pela cassação do mandato, Flordelis alegou ser inocente no plenário da Câmara e pediu para ser julgada “pelo povo”.

“Eu não posso e não devo pagar pelos erros de ninguém”, declarou. “Quando o Tribunal do Júri me absolver, vocês vão se arrepender de ter cassado uma pessoa que não foi julgada”.

Matéria com informações do UOL.

Compartilhe:

Tags: #Política