Fundador de terapia para ‘cura gay’ admite que é homossexual

Ele comandou por 20 anos o 'Hope for Wholeness', grupo que atua na Carolina do Sul (EUA), prometendo fazer homossexuais se tornarem heterossexuais.

Por: Maíra Campos

McKrae Game, de 51 anos, fundador  uma dos maiores programas de terapia de conversão de gays – a chamada “cura gay” – revelou-se homossexual, nos Estados Unidos.  Ele comandou por 20 anos o ‘Hope for Wholeness’, grupo que atua na Carolina do Sul (EUA), prometendo fazer homossexuais se tornarem heterossexuais.

Crédito: Reprodução/youtubeFundador de terapia para ‘cura gay’ admite que é homossexual

O norte-americano classificava a homossexualidade como um “grande ardil”, mas decidiu se desculpar. Agora, ele acredita que sua prática de duas décadas foi “nociva” e “que feriu gerações” e a ele mesmo.

O grupo ‘Hope for Wholeness promovia uma terapia ‘antigay’ que se baseava em aconselhamento psicológico e ensinamentos religiosos. A ‘cura gay’ é proibida em 17 estados americanos. O slogan do programa de McKrae era “Para se libertar da homossexualidade por meio de Jesus Cristo”.

Em 2017, McKrae foi demitido do Hope for Wholeness.

“Fui um fanático religioso que feriu pessoas. Pessoas disseram ter tentado o suicídio por minha causa e das coisas que eu dizia. Eu estava errado, por favor me perdoem”, desabafou o americano ao “Post and Courier”. Mas ele ainda está casado com Julie Game.

Por: Maíra Campos

Jornalista, crente na transformação da sociedade num lugar justo e igualitário. A louca do carnaval carioca, inimiga do fim de qualquer rolê, além de gorda e maravilhosa