Gillette posta foto de mulher obesa e gordofóbicos esperneiam

Onde está escrito que não é possível ser gordo, bonito e feliz?

Por: Maira | Comunicar erro

Uma foto postada pela marca de lâminas Gillette Venus mostra que a web não tem limites quando se trata de gordofobia. O post é uma foto da influencer e modelo plus size Anna O’Brien, conhecida como Glitter e Lazers, de biquíni na praia com a seguinte legenda: “saia e aproveite o dia”.

Crédito: Reprodução/InstagramGordofóbicos não aguentam felicidade da mulher gorda retratada em foto publicada pela Gillete

“Ótima ideia, imagine quantas lâminas ela não precisa para se depilar?”, “seja feliz, mesmo que morra com diabetes e pressão alta aos 40 anos”, “obesidade, tabagismo e alcoolismo, tudo a mesma coisa”, “Gillette está encorajando a obesidade”, “a obesidade não é saudável, pare de glorificar isso”, “estar acima do peso, gordinho, maior que o normal é uma coisa, mas isso NÃO deve ser comemorado”, escreveram alguns internautas.

Os comentários são repletos de gordofobia porque a foto publicada pela Gillette com a legenda associada, em nada diz: “seja gordo para ser feliz”, ou “se é mais feliz quando gordo” e muito menos “ser gordo é saudável”.

A verdade é que a foto mostra uma marca que aceita e acredita que pessoas gordas podem ser felizes e aproveitarem seus dias. E olha só, não é que pode mesmo. Quem disse que não pode?

É possível ser gordo e ser saudável, assim como é possível ser magro e não ter saúde. É verdade também que um corpo jovem gordo tem mais chances de ser saudável do que um corpo mais velho.

Não estou aqui querendo negar que a obesidade é uma doença, e uma doença que na maioria dos casos está ligada também a distúrbios psicológicos. Mas, o que isso tem a ver com beleza? As pessoas com algum tipo de doença estão fadadas a infelicidade e a feiura, e por isso não podem ser retratadas em campanhas publicitárias que incitam a felicidade? Obvio que não, isso é puro preconceito.

Outra verdade, é que ninguém é bonito porque é magro e ninguém é feio porque é gordo. Beleza é outra coisa, está em outros lugares, por mais que diversas pessoas, indústrias e conceitos se esforcem em negar.

Quem acha que gordo só pode ser bonito por dentro, está enganado. Gordos e magros podem ser bonitos ou feios internamente, assim como podem ser bonitos ou feios esteticamente. O que define o que é bonito fisicamente não são os quilos apontados na balança. Só seria possível crer numa mentira dessas se houvesse pelo menos um único humano no mundo que afirma: “toda pessoa magra que passa na minha frente é bonita”, e isso, não existe.

A obesidade, mesmo sendo uma doença, não impede ninguém de ser feliz, de ser bonito, de ser desejado. Inclusive, a obesidade também não impede que uma pessoa seja ex-obesa.

O preconceito fingido de preocupação com saúde é nojento, na prática essas pessoas não estão ligando pra saúde, nem pra beleza. Esse preconceito velado apenas mostra seres humanos incapazes de aceitar as diferenças.

A Gillette demonstrou que não faz parte deste grupo de incapazes e diante da recepção da publicação ela se posicionou. “Nosso produto tem como compromisso representar mulheres bonitas de todas as formas e tamanhos e tipos de pele porque toda beleza deve ser mostrada. Amamos a Anna porque ela se ama independente das regras e padrões impostos”.

Não estamos sozinhos, internautas também ressaltaram positivamente a publicação da marca;

“Eu posso imaginar que muitas pessoas vão olhar para esta foto e dizer algo negativo. A verdade é que todos precisam ser celebrados em qualquer forma ou tamanho que sejam, desde que a mensagem seja clara. A moça da foto está mostrando que está pronta para o mundo e está enfrentando desafios e está se esforçando para ser a melhor versão de quem ela é AGORA. Se você não pode celebrar quem você é hoje, você não se amará amanhã”, escreveu um seguidor no Instagram

“Obrigado por compartilhar isso @gillettevenus !! Eu sou um homem gay que cresceu magro e até eu vejo a importância de mostrar todos os tipos de corpos Quanto aos inimigos, vocês precisam lembrar que vocês não podem julgar um livro pela capa, além disso, a vergonha não faz bem. Eles estão mostrando uma mulher de bom tamanho e fazendo algum exercício, você prefere que ela fique em casa e fora de vista? Amar a si mesmo é o primeiro passo para levar uma vida feliz e saudável e cuidar de si mesmo, as pessoas que se sentem envergonhadas ficarão deprimidas e desistirão. Então pare de odiar e mostre um pouco de amor”, pontuou outro leitor

Autor: Maira

1 / 8
1
03:46
‘Pretendo beneficiar um filho meu, sim’ diz Bolsonaro sobre embaixada
Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, …
2
03:15
Num ato de coragem, MBL pede desculpas publicamente
O jornalista Gilberto Dimenstein e a Catraca Livre já foram diversas vezes vítimas das milícias digitais do MBL com as …
3
03:04
O real motivo do ataque de Bolsonaro ao filme de Bruna Surfistinha
Jair Bolsonaro decidiu atacar o filme realizado por Deborah Secco sobre a ex-prostituta Bruna Surfistinha. Motivo oficial: o filme, usando …
4
02:13
Entenda os desdobramentos do caso Tabata Amaral no PDT
O PDT suspendeu a deputada federal Tabata Amaral e outros sete parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, …
5
02:03
Incêndio em estúdio de animação em Japão deixa dezenas de mortos
Dezenas de pessoas morreram durante um incêndio criminoso que tomou conta do estúdio de animação da Kyoto Animation, na cidade …
6
02:19
Barragem abandonada corre risco de rompimento no interior de SP
Uma matéria publicada pelo G1 alerta para o risco de rompimento da barragem de água em Iaras, no interior de …
7
02:30
O que significa a gargalhada de Caetano Veloso?
Um vídeo do cantor Caetano Veloso gargalhando está viralizando nas redes sociais. O motivo da piada é a entrevista que …
8
01:51
Site ‘Não me Perturbe’ permite bloquear ligações de telemarketing
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) lançou o Não me Perturbe, site que permite bloquear ligações de telemarketing. O sistema …