João de Deus pode ser investigado por tráfico de bebês

A denúncia foi feita pela ativista Sabrina Bittencourt

Por: Redação

O Ministério Público de São Paulo encaminhou na última segunda-feira, 7, um pedido de investigação sobre uma suposta ligação de João de Deus com o crime de tráfico internacional de bebês e escravização de mulheres. 

A denúncia foi feita pela ativista Sabrina Bittencourt, que atou na divulgação dos casos abuso praticados pelo médium durante atendimentos espirituais em seu centro em Abadiânia, Goiás. Em um vídeo divulgado nas suas redes sociais, ela afirma que João de Deus faria parte de uma quadrilha de vendas de bebês e de escravização sexual de mulheres há pelo menos 20 anos.

Segundo ela, as crianças seriam comercializadas por famílias nos Estados Unidos, Austrália e Europa por valores entre US$ 20 mil e US$ 50 mil. Sabrina ainda afirma ter depoimentos de mães adotivas, ex-funcionárias e moradores de Abadiânia que eram coagidos pelo médium a participar do esquema.

A ativista também diz que João de Deus estaria envolvido com muitas ilegalidades. “A gente tem mapeado uma série de outros crimes”.

Ainda no mesmo vídeo, ela conta que mulheres seriam mantidas em cárcere privado como escravas sexuais. Forçadas a engravidar em troca de comida para seus filhos.

“Nós temos mulheres que são utilizadas como escravas sexuais. Em geral, mulheres negras e de baixa renda tanto em Abadiânia como em Anápolis. Mulheres do norte de Minas [Gerais] que viviam próximo aos garimpos ilegais de João de Deus”.

Provas e defesa

Ao UOL, a coordenadora do Núcleo de Gênero do Ministério Público de São Paulo, Valéria Scarance, falou que a ativista passou uma série de detalhes sobre os crimes acima citados, como uma lista com nomes de pessoas envolvidas e provas.

“Todo esse material foi formalmente encaminhado ao MPF e também ao MP de Goiás”, afirmou Valéria.

O advogado de defesa de João de Deus, Alberto Toron, também foi ouvido pelo UOL. Ele afirmou que aguardará as investigações e que sem provas, as acusações de Sabrina Bittencourt  “desmerece maior consideração”.

Compartilhe:

1
Moda e consumo consciente na periferia: conheça o Brechó do Barulho
A periferia domina a moda sustentável. O movimento de trocar e emprestar sempre esteve presente nas quebradas de todo o …
2
Djonga, Criolo e Cynthia Luz comentam ‘volta’ do AI-5
A Catraca Livre e o rapper V.A.L.E, do grupo MR-13 e Batalha da Matrix, colaram no Festival Sons da Rua, …
3
Podemos decide expulsar o deputado Marco Feliciano do partido
A diretoria do partido Podemos em São Paulo decidiu na segunda-feira, 9, expulsar o deputado federal Pastor Marco Feliciano da …
4
Joice Hasselmann fala sobre o Pavão Misterioso e o Gabinete do Ódio
Pavão Misterioso, Gabinete do Ódio de Bolsonaro e muitas outras questões foram abordadas no depoimento da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) …
5
Os principais pontos do pacote anticrime de Moro aprovado pela Câmara
A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, 4, o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro. O conjunto de …
6
Tudo o que se sabe sobre a ação policial em Paraisópolis
No último domingo, 9 jovens morreram supostamente pisoteados durante ação realizada pela Polícia Militar na comunidade de Paraisópolis, em São …
7
PSL pune postura de Eduardo Bolsonaro e de outros 17 parlamentares
O diretório nacional do Partido Social Liberal (PSL) decidiu na terça-feira, 3, punir 18 parlamentares acusados de articular o afastamento …
8
Presidente da Funarte diz que rock leva ao aborto e ao satanismo
O músico Dante Mantovani, nomeado nesta segunda-feira, 2, como o presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte), possui um canal …