Últimas notícias:

Loading...

Justiça de Goiás inocenta Padre Robson em ação por lavagem de dinheiro

Investigação do Ministério Público de Goiás apontou que o padre movimentou R$ 2 bilhões em 10 anos, por meio da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe)

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Em decisão unânime, na tarde desta terça-feira, 6, o Tribunal de Justiça de Goiás inocentou o padre Robson de Oliveira das acusações de lavagem de dinheiro. Investigação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) apontou que o padre movimentou R$ 2 bilhões em 10 anos, por meio da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), em Trindade (G0).

Padre Robson
Crédito: Divulgação/AFIPEJustiça de Goiás inocenta Padre Robson em ação por lavagem de dinheiro

Com a decisão da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás, o processo foi arquivado, pois o órgão entendeu que não houve qualquer ato ilícito praticado pelo religioso.

O julgamento começou às 13h desta terça-feira e quarenta minutos depois, a decisão que o inocenta foi proferida.

A Operação Vendilhões foi deflagrada em 21 agosto, depois de investigadores do Ministério Público identificarem desvios milionários das contas de uma entidade que administrava doações de fieis para a construção da Basílica Trindade, cidade na Região Metropolitana de Goiânia. Essa entidade era presidida pelo padre Robson.

Hacker que extorquiu padre Robson teria um romance com ele

Ainda de acordo com o MP, padre Robson teria utilizado milhões das doações dos fieis para comprar imóveis de luxo, como fazenda de 6,3 milhões de reais e uma casa na praia de Guarajuba (BA) de 3 milhões de reais.

A investigação do Ministério Público ainda apontou que a Afipe recebia doações altas de fiéis, chegando a receber R$ 20 milhões em doações por mês.

O MP de Goiás disse que só irá se pronunciar sobre o caso depois de ser notificado da decisão.

Compartilhe:

Tags:#Crime