Últimas notícias:

Loading...

Justiça nega novamente indenização a fotógrafo que perdeu o olho

Ele pedia R$ 1,2 milhão de indenização

Por: Redação
Sérgio Silva foi atingido por uma bala de borracha da PM em 2013 e perdeu a visão do olho esquerdo

A Justiça decidiu pela segunda vez negar ao fotógrafo Sérgio Silva, 36, um recurso de R$ 1,2 milhão após ele ter perdido o olho esquerdo durante conflitos entre manifestantes e policias em 2013.

Sérgio estava trabalhando cobrindo a manifestação e, mesmo identificado com uma credencial de imprensa, sofreu esta terrível violência.

“Mesmo que a situação seja dramática, não é possível desvendar que o objeto que atingiu seu olho esquerdo seja uma bala de borracha”, disse o relator do caso, o desembargador João Batista Morato Rebouças de Carvalho.

Entenda mais do caso:

No dia 13 de junho de 2013, o fotógrafo Sérgio Silva cobria uma das manifestações contra o aumento da tarifa no transporte público em São Paulo quando foi atingido por uma bala de borracha disparada pela Polícia Militar. O impacto foi tão forte que o disparo o fez perder seu olho esquerdo.

O ocorrido foi amplamente divulgado na época, mas o caso ainda não teve solução. Sérgio acionou a Justiça pedindo uma indenização do governo estadual por danos morais, mas, em agosto de 2016, o fotógrafo teve sua demanda rejeitada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que responsabilizou Sérgio exclusivamente pelo ferimento.

Leia mais:

Compartilhe: