Kassio Marques vira meme na web após seu currículo ser contestado

Kassio Marques chamou de pós-doutorado o que na verdade foi um ciclo de palestras e cursos de extensão

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), o juiz federal Kassio Nunes Marques teve as informações do seu currículo contestadas e acabou virando piada nas redes sociais nesta terça-feira, 6.

kassio marques currículo
Crédito: Reprodução/TwitterIndicado por Bolsonaro ao STF tem currículo desmentido e vira piada na web

Kassio Marques diz que tem pós-doutorado em direito constitucional pela Universidade de Messina, na Itália, e que possui pós-graduação em Contratación Pública, na Universidad de La Coruña, na Espanha. As instituições contestaram as informações  e alegam que ele fez uma especialização e um curso de quatro dias, respectivamente.

Nesta terça, primeiro o jornal O Estado de São Paulo afirmou que a informação trazida no currículo do indicado a vaga no STF por Bolsonaro, sobre uma pós-graduação na Espanha, não era bem aquilo que está escrito. Segundo a reportagem, a Universidad de La Coruña informou que Marques fez um curso com duração de quatro dias, intitulado “I Curso Euro-Brasileiro de Compras Públicas”.

Na sequência, também nesta terça, o jornal O Globo informou que o título de pós-doutor que Kassio Marques colocou em seu currículo foi questionado pela universidade italiana. De acordo com o jornal, a Universidade de Messina afirmou que Marques fez um curso de especialização, que tem a validade de um ciclo de seminários e, por isso, foi emitido um certificado, mas não há equivalência a algum grau acadêmico.

Kassio Marques foi indicado por Bolsonaro, na semana passada, para ocupar a vaga que o ministro Celso de Mello deixará por completar 75 anos. Pelas regras do Supremo, ao alcançar a idade, o ministro é aposentado compulsoriamente. O aniversário de Celso de Mello é em novembro, mas o decano antecipou a aposentadoria para 13 de outubro e sairá do STF, um pouco antes do previsto.

Para assumir o cargo,  Kassio Marques que é juiz do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), precisa ser aprovado por parlamentares, em uma sabatina na Senado Federal.

A indicação do juiz federal à uma vaga no STF desagradou bolsonaristas, que passaram a atacar Bolsonaro nas redes sociais chamando-o de petista. A hastag #bolsonaropetista virou um dos assuntos mais comentados do Twitter na semana passada.

Com a sucessão de inconsistências em currículos de indicados por Bolsonaro para cargos no governo, e agora, no STF, o caso do juiz federal foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter, nesta terça, e Kassio Marques virou meme. Diversos internautas o compararam com Carlos Decotelli, nomeado ministro da Educação e destituído, antes mesmo de assumir, por inverdades descritas em seu currículo.

Confira a repercussão: