CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Livro denuncia massacre de 750 mil animais na Segunda Guerra

Por ANDA

Por: ANDA - Agência de Notícias de Direitos Animais

As filas de pessoas e animais domésticos tomavam conta das ruas de uma maneira tipicamente britânica: calma e ordenada.

Porém, os tutores de cães, gatos, coelhos e até mesmo de papagaios que visitavam veterinários e instituições de proteção animal em agosto de 1939 escondiam um segredo perturbador.

Foto: State Library Australia

Nenhuma bomba havia caído, nenhuma invasão era iminente, mas milhares de famílias decidiram, algumas horas depois de o primeiro-ministro Neville Chamberlain declarar guerra contra a Alemanha nazista, matar os animais.

Na semana em que a imprensa condenou a brutalidade do embaixador alemão por ter abandonado seu cão enquanto fugia do país, um crime ainda mais sombrio contra animais era cometido nas ruas da Grã-Bretanha.

Confira o final dessa história e outras notícias inspiradoras sobre animais na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.