Luisa Mell denuncia matança de animais em Brumadinho

Ativista ficou sabendo que a polícia está atirando nos bichos que ficaram presos na lama

Por: Redação | Comunicar erro

Luisa Mell voltou a usar as redes sociais para fazer um protesto contra a forma como os animais estão sendo tratados no resgate do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, Minas Gerais (MG).

Em um vídeo compartilhado no Instagram, a ativista se mostrou indignada ao saber que agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a bordo de um helicóptero, tinham a missão de executar, com tiros, animais ilhados, presos na lama ou feridos.

luisa mell brumadinho
Crédito: Reprodução/Instagram StoriesLuisa Mell repudiou ação da polícia em execução de animais presos na lama de Brumadinho

A decisão de matar os bichos foi confirmada pelo chefe da Defesa Civil de Minas, coronel Evandro Geraldo Borges. “O que vamos fazer? Deixar o animal sofrendo? Estamos, sim, com equipe em campo executando esse trabalho, mas essa decisão só é tomada nos casos em que não há outra opção”, declarou ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

Luisa, então, se posicionou dizendo que existem outras maneiras de achar uma solução para o problema.

“A hora que eu escutei essa história ontem, eu falei ‘não é possível! Não é possível uma coisa dessas’. E é verdade! Olha que lixo, olha que barbaridade, olha que atrocidade. E o pior de tudo: eu quero saber se o CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária) autorizou essa palhaçada. Porque a gente está cheio de veterinário aqui e tem outras maneiras dignas de sacrificar os animais. E essa não é uma delas”, desabafou.

Ainda de acordo com a publicação, o coronel disse que sua equipe está socorrendo animais “em condições de serem retirados” da lama. “Não tem jeito. Tem animal preso, outro com perna quebrada. Temos de fazer escolhas, de retirar as pessoas, ir atrás de sobreviventes. Tudo que está sendo feito foi pensado. É isso”, completou.

Compartilhe:

1 / 8
1
53s
Operação Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
2
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
3
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
4
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
5
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
6
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
7
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
8
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …