Campanha busca empoderar as mulheres neste Dia dos Namorados

Informar

‘Mapa do Acolhimento’ conecta vítimas de violência sexual a terapeutas voluntárias

Se você é terapeuta, inscreva-se no projeto para oferecer seu serviço gratuito às mulheres

Por: Redação | Comunicar erro

A cada 11 minutos, uma mulher é estuprada no Brasil. Os dados, divulgados pelo 9º anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revelam uma situação alarmante: são mais de 50 mil vítimas de violência sexual todos os anos no país. E esse número pode ser ainda maior, pois a pesquisa só leva em conta casos que foram registrados em boletins de ocorrência – apenas 35% do total.

Diante dos recentes casos de estupro coletivo, o tema da violência contra a mulher passou a ganhar destaque em todo o Brasil. A questão também evidenciou a falta de informação e ineficácia de assistência às vítimas. Para elas, as consequências da violência sexual são imensuráveis, mas por meio de acompanhamento psicológico é possível ajudá-las a lidar com o trauma.

Por isso, o coletivo #AgoraÉQueSãoElas e a organização “Nossas Cidades” lançaram a plataforma “Mapa do Acolhimento” com o objetivo de conectar as vítimas de violência sexual a profissionais voluntárias especializadas neste tipo de assistência, como terapeutas.

Crédito: HeloisaA plataforma ajuda as vítimas a terem apoio psicológico após casos de abuso

Se você é terapeuta, inscreva-se para oferecer seu serviço contínuo e gratuito às mulheres. Se você não é profissional da área, mas quer apoiar, inscreva-se e ajude na avaliação de serviços públicos na sua cidade.

Nenhuma mulher deve sofrer sozinha. Mexeu com uma, mexeu com TODAS.

Para saber mais sobre o projeto, clique neste link.

Compartilhe: