Márcia Fellipe critica canonização de Irmã Dulce e depois se desculpa

"Ajudar ao próximo sim! Mas não fez de nenhum ser humano ser 'santa'. Santo, só o Senhor Jesus Cristo", afirmou a cantora

Por: Redação

A cantora Márcia Fellipe criticou a canonização da Irmã Dulce, em um comentário no Instagram, ocorrida na manhã de domingo, 13, no Vaticano. A freira foi a primeira santa brasileira a ser reconhecida pela Igreja Católica.

márcia fellipe irmã dulce desculpa
Crédito: Reprodução/InstagramMárcia Fellipe critica canonização de Irmã Dulce e depois se desculpa

“Ajudar ao próximo sim! Mas não fez de nenhum ser humano ser ‘santa’. Santo, só o Senhor Jesus Cristo. Não se deixem enganar. Leiam a Bíblia. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, escreveu na rede social.

márcia fellipe irmã dulce desculpa
Crédito: Reprodução/InstagramMárcia Fellipe critica canonização de Irmã Dulce e depois se desculpa

Após o post, Márcia Fellipe foi detonada na web. “Sua opinião e sua religião só vai até onde a do outro começa. Não precisa concordar, mas também não tem nenhuma necessidade de vir aqui criticar. Se lesse a bíblia, direito veria que que o próprio Jesus Cristo chama os seus a santidade!”, escreveu uma internauta.

Com a repercussão negativa de suas afirmações, a cantora decidiu fazer uma live para se explicar aos seguidores e pedir desculpas. Márcia Fellipe também aproveitou o momento para negar que tenha agido com intolerância religiosa.

“Eu peço aqui desculpa. Não falei sobre religião. Falei sobre o que a palavra nos diz. Muita coisa que a gente vê acontecendo no meio do mundo, ela é feita pelo homem. Assim, tem gente distorcendo que eu tenho intolerância a religião, em nenhum momento”, disse.

“O que falei sobre a Irmã Dulce não foi sobre ela. Foi sobre o que iam fazer com o nome dela. Eu quero deixar bem claro: ela é um ser humano exemplo a ser seguido por todos nós”, completou.

Márcia Fellipe ainda disse que estava se sentindo a pior pessoa de todo o mundo.

“Se botar o mundo todo, eu sou o pior ser humano. Sou a mais pecadora de todas, mas eu tenho buscado e espero que eu possa nascer de novo em Cristo. Que isso fiquei claro pra todo mundo. Não tenho intenção de ofender ninguém. Aqui no nosso País tem disso. Eu, que não sou nem subcelebridade, trabalho para sustentar meus filhos. Canto para sustentar minha casa. Eu não almejo ser renomada, ser isso ou aquilo. Quem trabalha comigo me conhece. Não tenho essa vaidade. Sou grata Deus por ele abrir as portas. Grato aos que vão aos meus shows”, comentou.