Massacre em Suzano: vítima ilustrou livro sobre superar a dor

Samuel Melquiades de Oliveira foi um dos cinco estudantes mortos no massacre na escola de Suzano (SP)

Por: Redação
Crédito: Arquivo Pessoal Samuel sonhava em ser artista plástico

Um dos cinco estudantes mortos no massacre de Suzano (SP), Samuel Melquiades de Oliveira, de 16 anos, ilustrou um livro sobre a superação da dor e sonhava em ser artista plástico. A obra “Como consertar um coração quebrado”, escrita por Adriano Fonseca, foi publicada em julho de 2018 pela editora Scortecci.

“Samuel teve a oportunidade de ilustrar um livro para um amigo meu”, contou ao G1 Gercialdo Melquiades de Oliveira durante o velório do filho. “Meu amigo veio trazer esse bonequinho, que é um personagem dele, então tem um pouquinho dele aqui”, disse ele com a réplica nas mãos.

Na descrição, o autor explica que o livro “tenta ilustrar a busca de uma criança em consertar seu coração. O coração é muito frágil, e quando quebra é difícil consertar, mas não podemos desistir. Quer descobrir como consertar um coração quebrado? Que tal aprendermos juntos?”.

O corpo do adolescente foi o primeiro a ser sepultado nesta quinta-feira, 14.

Compartilhe: