Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Menina morre após padrasto entregá-la desacordada à mãe dizendo que ela dormia

Gian Gabriel Fraga sofreu um acidente, batendo o carro num poste momentos antes de entregar a menina para a mãe

Por: Redação

Uma menina, de apenas dois anos, morreu após seu padrasto sofrer um acidente de carro com ela, em Bertioga, no litoral de São Paulo, e entregar a menina para a mãe desacordada, mas dizendo que ela estava dormindo. As informações foram obtidas pelo portal G1.

Crédito: Polícia Militar/DivulgaçãoMenina morre após padrasto entregá-la desacordada a mãe dizendo que ela dormia

Gian Gabriel Fraga dirigia o veículo, mas não possuía CNH. Ele havia acabado de deixara cadeia, após ser detido por tráfico de drogas. O acidente aconteceu no dia seguinte da liberação de Gian.

De acordo com a Polícia Militar, o padrasto havia levado a menina para passear, quando se envolveu no acidente. Quando levou a menina desacordada para a casa da mãe, ele afirmou que a menina ‘estava apenas dormindo’.

Quando pegou a filha, a mãe percebeu que ela estava descordada e junto com o padrasto a levou para o Hospital Municipal de Bertioga. A menina ainda foi transferida para o Hospital Santo Amaro, em Guarujá, mas acabou não resistindo e morrendo. Ela sofreu um traumatismo craniano.

Crédito: Arquivo PessoalMenina morre após padrasto entregá-la desacordada a mãe dizendo que ela dormia

Gian Gabriel discutiu com a mãe da menina no hospital e foi embora. Desde então ele não foi mais encontrado.

De acordo com o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), que é responsável pela administração do Hospital Municipal de Bertioga, a menina já deu entrada na unidade em estado grave. Após receber o primeiro atendimento, a criança foi transferida para o Hospital Santo Amaro (HSA), no Guarujá. De acordo com  a assessoria do HSA, Agatha chegou à unidade em estado gravíssimo e com politraumatismo. Ela ficou 12 dias internada e não resistiu.

A Polícia Civil deve abrir um inquérito policial, segundo a PM e ainda pedir a prisão preventiva do padrasto. A Polícia Militar também afirmou que a menina estava dentro do carro, sem cadeirinha e sem cinto, e que o fato de Fraga não ter acionado o resgate pode ter ajudado a agravar o caso.

Compartilhe:

Tags: #Crime
?>