Últimas notícias:

Loading...

Michelle Bolsonaro é detonada por primo após morte da avó e rebate

A esposa do presidente Jair Bolsonaro ficou extremamente irritada com as declarações do parente e disparou ameaças agressivas na expectativa de intimidá-lo

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A primeira-dama Michelle Bolsonaro foi detonada pelo seu primo Eduardo D’Castro, nesta quarta-feira, 12, após a morte da avó Maria Aparecida Firmo Ferreira, vítima do novo coronavírus. A afirmações do familiar irritou a esposa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)que teria batido boca com ele numa troca de mensagens, em que chegou a ameaçar processá-lo. A primeira-dama ainda rebateu as declarações do parente, por meio de nota, o chamando de ‘oportunista’

Crédito: Agência Brasil e Reprodução/InstagramMichelle Bolsonaro é detonada por primo após morte da avó e rebate

O primo de Michelle Bolsonaro publicou uma série de críticas sobre a primeira-dama no Instagram. “Obrigado por você não ter feito absolutamente nada por nossa avó. Tanto poder, tanta influência e por vergonha, sim, vergonha, não ajudou seu próprio sangue. Você ajuda tantas pessoas, participa de tantos projetos pra ajudar os outros e sua própria família, você vira as costas. Triste ver quem você se tornou. Não reconhecemos mais você”, escreveu ele, numa publicação que continha uma montagem de sua avó ao lado da neta.

Crédito: Reprodução/InstagramMichelle Bolsonaro é detonada por primo após morte da avó e rebate

“E nem ela se posicionou sobre o estado da própria avó. Lastimável!”, disse o primo.

Segundo prints postados por Eduardo, Michelle Bolsonaro teria respondido seus comentários no Instagram de forma agressiva e bastante irritada. “Vou te processar por essa postagem. Acho melhor você rever sua postura em relação a essa postagem. Deixa de ser cretino. Você não é o rico da internet? Cuidado com as suas postagens, seu moleque”. “Você nem gostava da vó. Seu falso. Seu merda. Cuidado!”, disse a primeira-dama.

Crédito: Reprodução/InstagramMichelle Bolsonaro é detonada por primo após morte da avó e rebate

Após as ameaças de Michelle Bolsonaro, o primo publicou uma série de vídeos detonando ainda mais a prima.  “Sim, sou primo da criatura. A pessoa mais ingrata que eu já conheci na minha vida”. “Como vocês viram, ela disse que vai me processar, me xingou, desceu o nível – nem parece que é uma primeira-dama”, alfinetou ele.

Segundo Eduardo, a família já se cansou das atitudes da primeira-dama. “A gente da família sempre defendeu muito ela, a gente sempre teve um carinho muito grande por ela, só que é aquela coisa, né? O poder sobe na cabeça das pessoas”, disse o primo de Michelle Bolsonaro.

“Ela se tornou uma pessoa que ninguém reconhece mais. Ninguém da família gosta. As pessoas que gostam, gostam pra bajular”, ponderou Eduardo. Ele ainda explicou que os parentes de Michelle evitavam falar sobre ela, na tentativa de não comprometer sua imagem, mas que desistiram desse tipo de iniciativa. “A gente não vai mais fazer isso. Tem muita coisa pra falar, que a gente guardou por anos, por anos, pra defender o nome dela, pra defender a posição dela”, afirmou o primo.

Sobre as ameaças da esposa de Bolsonaro, Eduardo disso que não tem medo. “Não tenho medo dela, não tenho medo de quem ela é, nem das coisas que ela pode fazer, porque em momento algum eu falei mentira”.

Em nota enviada pela Presidência da República, Michelle Bolsonaro se defendeu oficialmente. “A primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu com pesar a notícia sobre o falecimento da avó. Ela sente e afirma que é um momento de tristeza e dor para toda a família”, diz o comunicado. Maria Aparecida Firmo Ferreira faleceu aos 81 anos, vítima da Covid-19. Ela estava internada na enfermaria do Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

“A senhora Michelle Bolsonaro lamenta que alguns parentes tratem certos momentos tão pessoais com oportunismo em desrespeito ao sofrimento de todos”, continua a nota. “A primeira-dama permanece recolhida em casa em tratamento contra o novo coronavírus e espera que o momento de luto seja respeitado, acima de quaisquer questões pessoais e familiares”, conclui o comunicado.

Compartilhe: