MMPB: site escancara e analisa o machismo nas músicas nacionais

O projeto foi criado por cinco publicitárias

MMPB: Música Machista Popular Brasileira
  • “Hoje o clima ta quente
    Eu vou te deixar bem louca
    Se ela faz jogo duro
    Não se desespera
    Taca cachaça que ela libera.” (Edy Lemond – Taca cachaça)
  • “Elas falam demais.
    Mas têm o que a gente quer.
    E elas torram a nossa grana.
    Mas tem o que a gente quer.” (Velhas Virgens – Buceta)
  • “Mulher que nega
    Nega o que não é para negar
    A gente pega, a gente entrega.” (Formosa – Vinicius de Moraes)

Apesar de serem de estilos diferentes, as três músicas acima têm algo em comum: o machismo reproduzido em suas letras. Apologia ao estupro, assédio sexual, violência doméstica e silenciamento fazem parte de inúmeras canções nacionais, e isso não é restrito ao funk.

Para evidenciar essa questão, um grupo de mulheres lançou nesta terça-feira, dia 3, o site Musica Machista Popular Brasileira (MMPB). “Por trás de toda música ‘inocente’, o reflexo de uma sociedade machista“, diz a descrição da plataforma.

O projeto foi criado pelas publicitárias Lilian Oliveira (Redatora), Natália Ehl (Diretora de Arte), Rossiane Antunez (Diretora de Arte) e Carolina Tod (UX).

Segundo Oliveira, a iniciativa surgiu de uma vontade em comum de usar suas habilidades e criatividade para fazer algo próprio e ligado ao feminismo. “O projeto tomou forma perto de quando a polêmica do funk ‘Só Surubinha de Leve’ explodiu. Por isso, resolvemos dar destaque para outras músicas de outros tantos gêneros que também são machistas”, afirma.

“A ideia é mostrar pra pessoas como a mulher é retratada de forma bem questionável na nossa música há muito tempo. As letras apresentadas são sintomáticas de uma sociedade sexista”, completa a publicitária.

Outra música analisada é “Vai Tomar Dormindo”, do MC Roba Cena

No MMPB, há um botão escrito “dá um shuffle”, que embaralha as músicas e seleciona aleatoriamente uma das canções do acervo. Junto da letra e do vídeo da faixa, é exibido o motivo pelo qual a letra é considerada problemática.

“A música como produto cultural retrata e reflete a sociedade, e é importante que as pessoas enxerguem que ainda temos um grande caminho pela frente. É preocupante ouvir a romantização do ciúmes em inúmeras músicas quando o Brasil é o quinto país que mais mata mulheres no mundo”, finaliza.

Há tanto homens como mulheres na plataforma. Péricles, Raimundos, MC Denny, Velhas Virgens, Valesca Popozuda,  Rael, Ludmilla e Vinicius de Moraes estão entre os nomes citados.

A ideia é que o site seja atualizado a partir de sugestões feitas pelo público. As músicas serão analisadas e depois publicadas. Para saber mais, clique aqui!

  • Leia também:

1 / 8
1
08:30
Intercept: os principais pontos do depoimento de Moro no Senado
O ministro da Justiça, Sergio Moro, prestou esclarecimentos em audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado) sobre …
2
04:04
E se Carlos Bolsonaro fosse gay?
O ex-deputado Jean Wyllys fez uma série de posts em sua rede social apontando que Carlos Bolsonaro, o filho 02 …
3
03:02
Empresas usaram disparos no WhatsApp durante eleição de Bolsonaro
Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo mostra que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para …
4
01:49
Senado diz não e derruba o decreto de armas de Bolsonaro
O Senado votou na terça-feira, 18, o parecer que pede pela suspensão dos decretos que flexibilizam o porte e a …
5
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …
6
03:48
O melhor jornal do mundo faz a pior reportagem para Bolsonaro
Essa é a pior reportagem já publicada num jornal estrangeiro contra Jair Bolsonaro. Por dois motivos: saiu no mais importante …
7
03:47
A estranha conexão entre o caso Najila Trindade e Sérgio Moro
O jornalista Gilberto Dimenstein publicou em sua coluna no site Catraca Livre um texto em que conecta dois casos de …
8
03:04
Entendas os possíveis impactos do vazamento das mensagens de Moro
O site The Intercept Brasil divulgou trechos de mensagens trocadas entre o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, …