Últimas notícias:

Loading...

Modelo que estava desaparecida é encontrada em hospital psiquiátrico do Rio

Familiares tinham feito apelo nas redes sociais em busca de informações que levassem ao paradeiro da jovem

Por: Redação

A modelo e atriz Lohany Façanha Martins, de 26 anos, que estava desaparecida desde o último dia 2 de fevereiro, foi encontrada pela polícia internada em um hospital psiquiátrico na zona sul do Rio de Janeiro.

A família da atriz, que é de Macapá (AP), mas mora na capital fluminense desde 2019, fez registro na Delegacia de Paradeiros depois que não conseguiu contato com Lohany pelo celular ou pelas redes sociais.

modelo
Crédito: Reprodução/InstagramA modelo e atriz Lohany Façanha Martins estava desaparecida desde o dia 2 de fevereiro

A jovem foi localizada pela Polícia Civil com ajuda de serviços sociais de hospitais federais, estaduais e municipais, no Instituto Philippe Pinel, em Botafogo.

Segundo a família, Lohany não enfrenta problemas com drogas, mas, no ano passado, sofreu uma crise e precisou receber atendimento psiquiátrico em março.

Em entrevista ao G1, a mãe da modelo, Márcia Araújo da Silva, disse que Lohany está com uma  depressão grave.

“Ela está com um caso grave de depressão, ansiedade e outras coisas. Ela procurou ajuda médica. Ela não conseguiu entrar em contato com a gente, nós não sabíamos e aí desencadeou toda essa situação”, disse.

Depressão

Quando falamos em depressão, a primeira coisa que costuma vir à mente é a tristeza. De fato, pessoas depressivas são acometidas por esse sentimento, porém, o transtorno depressivo envolve inúmeros outros sintomas, um deles frequentemente ignorado e incompreendido.

A professora e autora de livros juvenis Molly Backes, que sofre de depressão, abordou o assunto em suas redes sociais, baseado sua experiência. Segundo ela, há um sintoma mais sorrateiro que nem todo mundo fala sobre: a perda de interesse em atividades, o que ela chamou de “impossible task” ou “tarefa impossível”, em português.

Ela diz que a falta de interesse pode ser por qualquer coisa, desde ir ao banco ou checar o e-mail até arrumar a cama.

“A tarefa impossível quase nunca é realmente difícil. É algo que você já fez mil vezes. Por essa razão, para quem está de fora é difícil ter empatia com isso”, diz ela.

Confira aqui 8 sintomas da depressão para ficar atento.

Compartilhe: