Motorista da vereadora fazia “bico para sustentar a família”

Em entrevista ao G1, viúva de Anderson comentou sobre o crime ocorrido na noite da última quarta-feira, 14

Por: Redação | Comunicar erro

Além da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), o crime ocorrido na noite da última quarta-feira, 14, pôs fim à vida do motorista Anderson Pedro Gomes, atingido pelos disparos que atingiram o carro em que estavam no Estácio, região central do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao site G1 na manhã desta quinta-feira, 15, a mulher de Anderson lamentou a perda e revelou que o marido fazia “bico” para arcar com as despesas de casa. “Anderson era uma pessoa muito boa, ele ajudava todo mundo no que ele pudesse. Um pai muito amoroso, um marido maravilhoso. E, como muitos nesse estado atual, fazendo bico pra tentar sustentar a família. Eu sou funcionária pública do estado. A gente tá vivendo um momento horrível. E Deus levou meu marido, não sei com que propósito. Ainda é difícil aceitar”, disse Ágatha Arnaus Reis.

Reprodução/G1
Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, foi assassinado com a vereadora Marielle Franco na noite da última quarta-feira, 14

Viúva não sabe como explicará morte para o filho 

Ainda na entrevista, a viúva afirmou que não sabe como justificará a morte do marido para o filho.
“É difícil pensar como vou ficar agora sem ele. Como vou explicar isso para o meu filho? A revolta existe, mas a dor é maior. Estamos imersos nisso que está acontecendo. Estamos nos acostumando. Como dizem, é mais um. São várias pessoas nessa mesma situação no Rio de Janeiro”, lamentou Ágatha que esteve no Instituto Médico Legal na manhã desta quinta-feira, 15.

A mulher revelou também que, apesar do trabalho com a vereadora, possivelmente assassinada em retaliação às denúncias contra o 41º BPM, Anderson nunca comentou sobre qualquer tipo de ameaça.”Ele não tinha medo. Nunca relatou nada que desse a entender que estavam sendo ameaçados”, disse a viúva. Confira a matéria completa no G1.

Leia também: 

Compartilhe:

1 / 8
1
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
2
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
3
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
4
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
5
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
6
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
7
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …
8
07:44
Saiba tudo sobre os métodos anticoncepcionais
Prevenção é essencial quando o assunto é relação sexual. Hoje, há outros modos de prevenção que vão além da pílula e …