Motorista da vereadora fazia “bico para sustentar a família”

Em entrevista ao G1, viúva de Anderson comentou sobre o crime ocorrido na noite da última quarta-feira, 14

Por: Redação | Comunicar erro

Além da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), o crime ocorrido na noite da última quarta-feira, 14, pôs fim à vida do motorista Anderson Pedro Gomes, atingido pelos disparos que atingiram o carro em que estavam no Estácio, região central do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao site G1 na manhã desta quinta-feira, 15, a mulher de Anderson lamentou a perda e revelou que o marido fazia “bico” para arcar com as despesas de casa. “Anderson era uma pessoa muito boa, ele ajudava todo mundo no que ele pudesse. Um pai muito amoroso, um marido maravilhoso. E, como muitos nesse estado atual, fazendo bico pra tentar sustentar a família. Eu sou funcionária pública do estado. A gente tá vivendo um momento horrível. E Deus levou meu marido, não sei com que propósito. Ainda é difícil aceitar”, disse Ágatha Arnaus Reis.

Reprodução/G1
Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, foi assassinado com a vereadora Marielle Franco na noite da última quarta-feira, 14

Viúva não sabe como explicará morte para o filho 

Ainda na entrevista, a viúva afirmou que não sabe como justificará a morte do marido para o filho.
“É difícil pensar como vou ficar agora sem ele. Como vou explicar isso para o meu filho? A revolta existe, mas a dor é maior. Estamos imersos nisso que está acontecendo. Estamos nos acostumando. Como dizem, é mais um. São várias pessoas nessa mesma situação no Rio de Janeiro”, lamentou Ágatha que esteve no Instituto Médico Legal na manhã desta quinta-feira, 15.

A mulher revelou também que, apesar do trabalho com a vereadora, possivelmente assassinada em retaliação às denúncias contra o 41º BPM, Anderson nunca comentou sobre qualquer tipo de ameaça.”Ele não tinha medo. Nunca relatou nada que desse a entender que estavam sendo ameaçados”, disse a viúva. Confira a matéria completa no G1.

Leia também: 

Compartilhe:

1 / 8
1
06:25
VazaJato: Moro chama integrantes do MBL de tontos e depois se desculpa
Em áudio publicado pelo perfil do Movimento Brasil Livre no Instagram o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, …
2
02:42
STF adia julgamento que pode tirar Lula da cadeia
O Supremo Tribunal Federal (STF) resolveu adiar o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Lula, que estava previsto para …
3
02:20
Novas regras para o uso de patinetes elétricas em SP
A prefeitura de São Paulo definiu novas regras para o uso de patinetes elétricas compartilhadas na cidade. Entre as  determinações …
4
08:30
Intercept: os principais pontos do depoimento de Moro no Senado
O ministro da Justiça, Sergio Moro, prestou esclarecimentos em audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado) sobre …
5
04:04
E se Carlos Bolsonaro fosse gay?
O ex-deputado Jean Wyllys fez uma série de posts em sua rede social apontando que Carlos Bolsonaro, o filho 02 …
6
03:02
Empresas usaram disparos no WhatsApp durante eleição de Bolsonaro
Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo mostra que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para …
7
01:49
Senado diz não e derruba o decreto de armas de Bolsonaro
O Senado votou na terça-feira, 18, o parecer que pede pela suspensão dos decretos que flexibilizam o porte e a …
8
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …