Últimas notícias:

Loading...

Mulher acusa Elon Musk de assédio sexual durante voo: ‘Pênis ereto’

A comissária de bordo disse que Musk expôs seu pênis ereto e passou a mão em sua perna sem seu consentimento

Por: Redação

Na madrugada desta sexta-feira, 20, veio à tona uma denúncia de assédio sexual contra Elon Musk, divulgada pelo site americano Business Insider. Segundo a publicação, a SpaceX, empresa de transporte espacial fundada pelo bilionário, teria pago US$ 250 mil (cerca de R$1,2 milhão) a uma comissária de bordo em um acordo extrajudicial para calar a vítima.

Crédito: Reprodução/Instagram @elonmuskMulher acusa Elon Musk de assédio sexual durante voo; Ele nega

Segundo apuração do Business Insider, o caso foi denunciado por uma comissária de bordo que fazia parte da tripulação da frota de jatos corporativos da SpaceX. A publicação não revelou o nome da mulher que acusou Musk de expor seu pênis ereto e passar a mão em sua perna sem seu consentimento. O bilionário ainda teria feito propostas sexuais para ela.

O crime teria ocorrido em 2016, segundo o site americano, e foi revelado com uma declaração assinada por uma amiga vítima, em apoio à aeromoça, que também teria compartilhado trocas de e-mails e outros registros da situação.

Nos documentos, a comissária confidenciou à amiga que, após assumir o cargo, ela foi incentivada a se especializar como massagista, para que pudesse atender Musk durante as viagens. Daí, durante uma massagem em uma cabine particular do jato Gulfstream G650ER, Musk teria oferecido um cavalo em troca de uma massagem erótica.

Na denúncia, a amiga da mulher detalhou o incidente, que aconteceu durante um voo para Londres.  “Quando ela chegou, Musk estava completamente nu, exceto por um lençol cobrindo a metade inferior de seu corpo”, disse ela.

“Durante a massagem, Musk expôs seus genitais e depois a tocou e se ofereceu para comprar um cavalo se ela ‘fizesse mais’, referindo-se à realização de atos sexuais”, explicou a amiga da aeromoça.

Ainda segundo a amiga, a vítima teria recusado o convite e continuado a massagem sem se envolver em nenhum ato sexual com o dono da Tesla. Ela ainda ressaltou que sua amiga “não vai fazer favores sexuais por dinheiro ou presentes”, concluiu.

Em entrevista ao Business Insider, a amiga da vítima descreveu com mais detalhes as alegações. “Ele mostrou o pênis, estava ereto. E ele começou a fazer propostas a ela, como se ele tocasse sua coxa e lhe dissesse que compraria um cavalo para ela. E ele basicamente tentou suborná-la para realizar algum tipo de favor sexual”, reforçou.

A amiga ainda contou que a comissária de bordo teve a quantidade de trabalho diminuída após recusar as investidas de Elon Musk. “Antes do incidente, ela considerava o Sr. Musk uma pessoa admirável”, disse a amiga, na denúncia. “Mas depois que ele se expôs, a tocou sem permissão e se ofereceu para pagar por sexo, ela ficou cheia de ansiedade”, lamentou. “Ela imaginou que as coisas poderiam voltar ao normal e ela fingiria que nada aconteceu. No entanto, ela começou a se sentir como se estivesse recebendo algum tipo de retaliação quando seus turnos foram reduzidos e ela estava começando a se sentir muito estressada”, recordou.

A mulher sentiu que “estava sendo expulsa e punida por se recusar a se prostituir“, alegaram os documentos obtidos pelo site americano.

Após a denúncia, a SpaceX teria “comprado o silêncio” da ex-funcionária em um acordo, finalizado em 2018, no qual ela recebeu US$ 250 mil (cerca de R$1,2 milhão) para encerrar a acusação de assédio sexual contra o bilionário. Com o acordo, a mulher ficou impedida de se pronunciar sobre o ocorrido.

Musk se pronuncia

“Eu tenho um desafio para essa mentirosa que afirma que seu amigo me viu ‘exposto’ – descreva apenas uma coisa, qualquer coisa (cicatrizes, tatuagens) que não seja conhecida pelo público. Ela não poderá fazer, porque isso nunca aconteceu”, escreveu Musk na noite de quinta-feira, em seu Twitter.

“E, para registro, essas acusações selvagens são totalmente falsas”, acrescentou ele em outro tweet.

Musk e a SpaceX foram confrontados pela agência de notícias Reuters para comentar a história, mas não responderam, já o Business Insider afirmou: “Nós defendemos nossa história, que é baseada em documentos e entrevistas e que fala por si mesma”.

Musk no Brasil

O escândalo eclodiu na véspera da chegada de Musk ao Brasil, nesta sexta-feira, 20. Ele se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro (PL), na hora do almoço, em um hotel no interior de São Paulo, “para tratar com o governo brasileiro sobre Conectividade e Proteção da Amazônia”, segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Por volta das 9h, o perfil que monitora os voos do jato de Musk revelou que ele pousou em terras brasileiras. O bilionário chegou em um aeroporto privado de São Roque, a cerca de 70 km de SP, 40 minutos antes do avião presidencial, que aterrissou no mesmo local. A reunião irá acontecer no Hotel Fasano de Porto Feliz (SP), a cerca de 50 km do aeroporto.

?>