Mulher filma homem em vagão feminino no RJ e é agredida

Por: Redação | Comunicar erro

Em entrevista ao jornal O Globo, a locutora e violinista Cláudia Barcellos, de 51 anos, denunciou ter sido agredida na noite desta quarta-feira, dia 5, após filmar um homem dentro do vagão feminino no metrô do Rio de Janeiro. Os carros exclusivos para mulheres circulam nos dias úteis das 6h às 9h e das 17h às 20h. A Lei do Vagão Feminino, em vigor desde 2006, também é válida para trens.

Desde que começou a usar o metrô à tarde, há cerca de quatro meses, Cláudia Barcellos logo identificou que os vagões destinados às mulheres sempre estão lotados de homens e sem fiscalização efetiva. Por isso, decidiu usar seu celular para filmar e fotografar todos os dias essas cenas e enviá-las para a concessionária Metrô Rio, em busca de uma solução.

O vagão é destinado às mulheres nos dias úteis em dois horários
Crédito: Mario Roberto Duran OrtizO vagão é destinado às mulheres nos dias úteis em dois horários

Nesta semana, um homem de 50 anos ficou irritado por estar sendo filmado e deu um tapa no braço da violinista, derrubando seu smartphone no chão. Ela pegou o aparelho e continuou a registrar as imagens, mas ele a agrediu de novo. Depois da violência, um grupo de mulheres saiu em defesa da vítima, gritando e batendo nas janelas do trem para pedir ajuda aos seguranças.

O homem tentou fugir assim que abriu as portas, na Estação General Osório, em Ipanema, mas foi levado por agentes do metrô até a 14ª DP (Leblon). Em seguida, ele prestou depoimento e foi liberado.

Ao jornal, a concessionária Metrô Rio informou que, no caso do ataque a Cláudia, “um dos agentes de segurança interveio e conteve o agressor, até a chegada da polícia” e que “não tolera esse tipo de atitude e se solidariza com a vítima”.

A empresa também afirmou que cumpre a lei e oferece o vagão sinalizado com a cor rosa às mulheres. “Entretanto, a lei não confere poderes aos agentes de segurança para que eles retirem um homem do carro feminino”, completou.

Leia a matéria na íntegra.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
2
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
3
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
4
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
5
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
6
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
7
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …
8
04:17
Últimas notícias sobre a tragédia em Suzano