5 desafios para transformar o futuro da educação no Brasil

Informar

Suástica feita em jovem por fãs de Bolsonaro é fake news

Não há marcas que apontem audodefesa da garota

Por: Redação | Comunicar erro

A mutilação da cruz suástica, símbolo do nazismo, assume o primeiro lugar em nosso Campeonato de Fake News. A “vítima” disse que foi atacada por usar uma camiseta do movimento #EleNão. Não era verdade e ela será indiciada por falso testemunho.

Investigação e laudo apontam que a jovem que teve uma suástica marcada na barriga se automutilou.
“Todas as câmeras do local foram vistas e revistas e, em nenhuma delas, ela apareceu. Entrevistamos guardadores de carro, síndicos de prédio, mais de 20 pessoas e nenhuma delas viu”, disse o delegado Paulo César Jardim, responsável pela investigação, à “Gazeta do Povo“.

O laudo técnico da Polícia Civil, segundo o jornal “O Estado de S. Paulo“, conclui que “pode se afirmar com convicção que as lesões produzidas na vítima não são compatíveis com as que seriam esperadas, na hipótese de ter havido efetiva resistência da parte dela à ação de um agente agressor”. Também não foram encontradas lesões que seriam características de autodefesa e a inscrição foi feita de “forma superficial”.

O laudo aponta: foi autoflagelo ou “ela foi ajudada por alguém, com consentimento”. Jardim a descreveu como uma pessoa “doente, que toma remédios fortíssimos”.

Mourão Torturador

A mentira divulgada pelo cantor Geraldo Azevedo de que o general Mourão, vice de Bolsonaro,  o teria torturado em 1969, tinha um “probleminha”.

Em 1969, o general tinha 16 anos e, claro, nem estava no Exército. Inadvertidamente, Fernando Haddad repassou a informação, mas, ao ser informado da verdade, pediu desculpas pelo erro.

Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República pelo PSL, gravou um vídeo enfurecido contra a “Folha de S. Paulo”, acusando o jornal de ‘Fake News’, após a revelação de que o político recebeu apoio de empresários para disseminar milhões de mensagens via WhatsApp.

Além disso, Bolsonaro acusou o veículo de ser “vendido” e também prometeu cortar as verbas publicitárias da publicação.

A repórter Patrícia Campos Mello, responsável por divulgar o furo de reportagem, foi alvo de uma série de ataques com ofensas e mentiras, e tornou-se também vítima de uma fake news: trata-se de uma foto apresentando-a como fã de Fernando Haddad, candidato do PT. Entretanto, não é ela na imagem.

“A foto que circula nas redes foi feita em outubro 2012, no dia 27, véspera do segundo turno do pleito municipal daquele ano, quando Haddad disputava a prefeitura de São Paulo, e é de autoria de Fábio Braga. O petista foi eleito e ficou no cargo até 2016, quando perdeu a reeleição. A ocasião em que a foto foi feita, Haddad fazia carreata pela zona leste de São Paulo, na região da Cidade Tiradentes, quando posou entre duas mulheres cujas identidades não são conhecidas.”

O “câncer” de Bolsonaro

Bolsonaro teria um câncer em estado avançado, mantido em segredo. Para justificar a operação para tirar o tumor, ele teria simulado a facada. O texto nas redes chega a dizer (o que é mentira) que o médico que operou Bolsonaro seria um oncologista. As ‘Fake News’ são acompanhadas de imagens da operação para dar um toque de realidade.

A foto acima seria um indício. Tirada há vários meses, pastores oram com a mão na barriga do deputado. Leia aqui mais detalhes dessa fake news

Crédito: ReproduçãoFake News que circula nas Redes Sociais sobre câncer de Bolsonaro

O suposto câncer de Bolsonaro desbancou Olavo Carvalho, até então primeiro colocado. Ele espalhou que Fernando Haddad era responsável por promover o incesto.

Veja as demais mentiras que concorreram nesse campeonato:   

  •    “Atacada” por petistas

Esta senhora foi “atacada” por petistas ao defender Bolsonaro. Acontece que a pessoa da foto é ninguém menos que Beatriz Segall, atriz veterana da Globo, que já morreu e, na imagem, aparece machucada depois de levar um tombo numa calçada do Rio de Janeiro.

 

  • Bolsonaro e Nossa Senhora Aparecida

A “Folha de S. Paulo” esclarece: “É falsa imagem que circula nas redes de suposta notícia da Folha que relata uma proposta do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) para mudar o tom de pele da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

Segundo o texto, a ideia teria sido discutida em reunião com o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da TV Record.

A santa, em sua representação tradicional, tem a pele negra. A mensagem compartilhada nas redes sugere que o presidenciável adotaria uma nova imagem, de pele branca”.​

  • “Filho” de Bolsonaro ataca nordestinos

Catraca Livre

Esse foi, até agora, o pior Fake News contra Jair Bolsonaro. Esse vídeo contra nordestinos está correndo nas redes sociais como se o autor fosse um filho de Bolsonaro. Mas o homem do vídeo não é…

Esse vídeo foi apresentado como um ataque de um filho de Bolsonaro contra nordestinos. Não é o filho dele.

  •      Kit Gay

Não há nenhum fato que mostre que Haddad criou ou disseminou nas escolas o tal “Kit Gay”.

  •  Seguranças cubanos de Haddad

Crédito: El País/Reprodução

Trajados de camisetas verde-oliva e bonés que estampavam a bandeira da ilha comunista, militares cubanos teriam pousado em Caxias do Sul (RS) para garantir a segurança do candidato petista Fernando Haddad.

da Sierra Maestra um destacamento de militares cubanos pousou em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, para garantir a segurança do candidato petista Fernando Haddad.

Apesar da teoria conspiratória, a foto apenas registrava simpatizantes petistas acompanhando o presidenciável em dia qualquer da campanha pelo país Bolsonaro no Programa Silvio Santos

Crédito: El País/ReproduçãoLegenda: El País/Reprodução

Um dia, no programa do Silvio Santos, uma participante teria que responder a uma pergunta.

Para adivinhar o nome do personagem oculto, foram inseridas três opções como resposta: “próximo presidente”, “vai salvar o Brasil” e “não é corrupto”. As dicas originais eram “foi do Exército”, “mudou o regime” e “15 de novembro”, referindo-se ao general João Batista Figueiredo.Bolsa ditadura

  •  Mamadeiras eróticas do PT

Crédito: El País/ReproduçãoLegenda:

O motivo? combater a homofobia. A notícia é tão absurda que sequer merece uma explicação.

De qualquer forma, tanto o Partido dos Trabalhadores (PT) como o Ministério da Educação garantiram que tudo não passa da mais absurda das ‘fake News’.

  • Trouxinhas de maconha com o desenho do Lula

Crédito: El País/ReproduçãoLegenda:

Uma apreensão de trouxinhas de maconha embalada com uma ilustração de Lula deu o que falar nos grupos do WhatsApp e internet afora.

Isso porque, segundo a ‘fake news’, a imagem era a prova de uma conspiração política entre o PT o grupos de traficantes.

O texto dizia: “Enquanto traficantes ameaçam nas favelas quem vai votar no Bolsonaro eles fazem campanha em tabletes de maconha com foto de Lula Livre, com certeza com apoio do partido”.

A droga foi encontrada pela Polícia Militar de São Paulo em Batatais, mas não teve relação alguma com o partido.
Além disso, papa Francisco, do Neymar e de outras celebridades também já foram “homenageadas” pelo crime organizado.

  •     Família Bolsonaro  fazendo campanha contra nordestinos

Seria um suicídio para qualquer político que dispute a presidência atacar nordestinos. Ainda mais debochando. Mesmo assim, muita gente acreditou que Flávio Bolsonaro, acompanhado do pai, teria usado essa camiseta.

Adélio Bispo no comício de Lula

No calor dos acontecimentos, muita gente acreditou que Adélio Bispo, ex-PSOL,  que tentou matar Bolsonaro, estava mesmo no comício de Lula.

  • A Ferrari Amarela

YouTube

No Description

Nas redes sociais é apontado como dono de uma Ferrari amarela, que custaria milhões de reais. De fato, ele é que está no vídeo. A verdade: ele participou, como prefeito, da reinauguração do Autódromo de Interlagos. Ali, ganhou uma carona.

  • As tatuagens de Che Guevara e Lenin de Manuela

Ainda estão correndo as imagens mostrando tatuagens inexistentes de Manuela D’Ávila, vice de Haddad, de Che Guevara e Lenin.

  • O “apoio” de Ivete a Bolsonaro

A cantora Ivete Sangalo já está se desgastando ao se manter neutra nessas eleições, criticada por fãs e cobrada por outras  celebridades. Mesmo assim, correu nas redes seu “apoio” Bolsonaro.

Fake news: foto de ato pró-Bolsonaro em Copacana é falsa

Compartilhe: