“Ninjas” do jornalismo travam guerrilha pela liberdade da mídia

Narrativas independentes, jornalismo e ação é o que prega o movimento que propõe uma verdadeira guerrilha em prol do "midialivrismo"

Por: Redação

Narrativas Independentes, Jornalismo e Ação. É assim que se define o movimento NINJA, que pretende, sem medo nem receio, propor um contraponto à tradicional forma como as notícias chegam ao grande público.

NINJA - reprodução
“Já não precisamos de veículos, somos os veículos” é o que defendem os “Ninjas”

A proposta é dar força a algo que já acontece, mas que encontra grande dificuldade: a divulgação de notícias de forma alternativa e independente. Mas não se trata apenas do compartilhamento de informações via redes sociais, e sim de algo mais ousado.

A sugestão do grupo é que as pessoas passem a agir como jornalistas e guerrilheiros, se colocando mais próximas à origem dos fatos e a fontes que, geralmente, ficariam de fora das reportagens “tradicionais” da grande imprensa. O objetivo final é contribuir para a construção de uma rede internacional de jornalismo independente.

Ninjas de guerrilha

O movimento chamado de “midialivrismo”, pela liberdade e independência das mídias, teve como “laboratório” uma cobertura jornalística de imersão feita em 11 aldeias Guarani-Kaiowá do Mato Grosso do Sul por dois membros da rede Fora do Eixo. A iniciativa dos midiativistas Rafael Vilela e Thiago Dezan rendeu um material diverso e diferenciado, com fotos e vídeos que foram exibidos e divulgados em sua página Coluna PósTV Guarani Kaiowá.

Essa experiência contribuiu para a consolidação do projeto “midialivrista” NINJA. Em sua primeira missão, o grupo enviou uma equipe para cobrir o Fórum Social Mundial de 2013, na Tunísia. Agora, outra equipe vai até a terceira cidade com o maior número de homicídios no Brasil, Marabá – PA.

O resultado dessas viagens pode ser acompanhado na página do grupo no Facebook e pela página da #PosTV. Setramings, fotos, vídeos e textos são postados pelos ninjas em tempo real.

1
A repercussão dos ataques machistas à jornalista Patrícia Campos Mello
No final da última semana, Hans River do Rio Nascimento foi chamado para prestar depoimento na CPMI das Fake News. …
2
Governo Bolsonaro libera pesca em áreas de conservação ambiental
Uma portaria do Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, autorizou a pesca esportiva e amadora …
3
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
4
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
5
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
6
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
7
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
8
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …