No Maranhão, jovem comete suicídio após relatar abuso sexual em carta

Pais foram presos e aguardam julgamento

Por: Redação

Um casal da cidade de Governador Newton Bello (MA) foi preso pela Polícia Civil do estado depois da filha de 19 anos cometer suicídio e deixar uma carta explicando que os abusos sexuais sofridos pelo pai a levaram a fazer isso.

Crédito: Istock/coldsnowstormJovem de 19 anos comete suicídio e deixa carta dizendo que fez isso por sofrer abusos do pai

Érika Neves afirmou ter contado à sua mãe que sofria abusos desde os 15 anos, mas ela agiu como se nada acontecesse. Os pais Rosinete Lima Neves, de 40 anos, e Edmar Cavalcante Neves, de 46 anos, foram investigados, tiveram os celulares apreendidos e após perícia, foi comprovada a troca de mensagens.

Ambos foram presos por estupro e aguardam julgamento. As informações são do jornal O Dia.

Como denunciar casos de assédio sexual ou estupro

O assédio contra mulheres envolve uma série de condutas ofensivas à dignidade sexual que desrespeitam sua liberdade e integridade física, moral ou psicológica. Lembre-se: onde não há consentimento, há assédio!

Não importa qual roupa você vista, de que modo você dance ou quantas e quais pessoas você decidiu beijar (ou não beijar): nenhuma dessas circunstâncias autoriza ou justifica o assédio.

O que fazer caso eu seja vítima de um assédio?

  • Peça ajuda a quem estiver por perto e acione policiais que estiverem no local. Depois, registre um boletim de ocorrência na delegacia mais próxima.
  • Guarde todas as informações que conseguir referentes ao assédio: anote o dia, horário e local, nome e contato de testemunhas, características do agressor, tire fotos, filme etc;
  • Infelizmente, é comum o uso de drogas como “Boa Noite Cinderela” e outras para que a vítima fique sonolenta e mais suscetível ao estupro. Caso o abuso tenha ocorrido através desta prática, é importante que a vítima faça o Exame Toxicológico (através de exame de sangue e urina) em no máximo 5 dias após a ingestão;
  • Você pode fazer uma denúncia pelos telefones da Polícia Militar (190) e do Disque 180;

O que fazer caso eu seja vítima de estupro?

  • Cuide da sua saúde em primeiro lugar. Antes de se preocupar com as medidas legais é importante receber atendimento médico, se necessário;
  • Chame a polícia ou vá até uma delegacia;
  • Será feito um boletim de ocorrência e você será encaminhada, em seguida, a um hospital para realizar exames e receber medicamentos para prevenir doenças sexualmente transmissíveis (como o HIV), além de receber a pílula do dia seguinte para evitar gravidez;
  • O boletim de ocorrência logo após o crime é importante para que seja feito o exame de corpo de delito (realizado por um médico no Instituto Médico Legal — IML);
  • Nos casos em que houve o uso de drogas como o “Boa Noite Cinderela” é importante que a vítima faça o Exame Toxicológico (através de exame de sangue e urina) em no máximo 5 dias após a ingestão. O ideal é fazê-lo o quanto antes possível.

Saiba mais aqui.