O lado pet do Parque Villa-lobos

Promovido por Revena

Por: Redação | Comunicar erro

Nos finais de semana, o cachorródromo do Parque Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo, “bomba”. Cães de todas as cores, tamanhos e raças se encontram para correr, brincar e socializar. O programa é deles, os donos entram de carona e acabam fazendo amizade. O fato de ser fechado, cercado com uma grade amarela, mantém os “fujões” na linha e no campo de visão. A animação da cachorrada dá gosto de ver.

Se dá briga? Claro que não. Quem frequenta um ambiente público sabe conviver em sociedade. Pode até dar um arranca-rabo ali, uma rosnada aqui, mas nada demais.

Durante os dias de semana o parque é outro, muito mais tranquilo e reservado. Ainda assim, os dois espaços caninos são visitados. É a vez de quem trabalha em horários alternativos passear com a cachorrada. A chef de cozinha Cristiane Accioli, por exemplo, leva a Kiara e o Lucky para brincar de bolinha e dar cambalhotas.

Frequentar o cachorródromo nestes dias pode ser uma boa opção para cães de raças “marginalizadas” e uma ótima oportunidade de mudar de ideia sobre alguns pré conceitos. Neste dia, conheci a Treta e o Junk, dois pitbulls lindos. No começo, confesso, fiquei ressabiada de soltar a Ella (nossa mascote) com eles, apesar de saber que a minha cachorrinha jamais entraria em uma briga. Mas depois que o casal de tatuadores Ketty e Ling, donos dos pits, garantiu que nada aconteceria, dei um voto de confiaça e deixei nossa mascote solta. Conclusão: pits podem ser doces e amáveis com outros cães e pessoas. Fim ao preconceito.

Quando a Treta chegou ao parque, observei que ela usava uma fucinheira, que só foi retirada dentro do espaço canino. Assim que tive oportunidade de conversar com eles, perguntei o motivo. A resposta foi simples: por puro respeito a quem não sabe que eles são docéis. Cachorros educados só podem ter donos com um bom comportamento. Para gravar a cena do vídeo, o Ling abriu uma exceção e, a pedidos, deixou a Treta sem fucinheira. “Obrigada, Ling! A cena ficou linda e a Tetra já deixa saudades.”

Serviço: Parque Villa-Lobos – Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001 -Alto dos Pinheiros, São Paulo, SP (entrada pela Avenida Queiroz Filho). Horário de funcionamento: todos os dias, 5h30 às 19h (no horário de verão até às 20h). Informações: parquevillalobos.sp.gov.br.

Ficha Técnica
Categoria: parque e cachorródromo
Área Coberta: não
Espaço: grande
Vale levar: porta-saquinho
Recomendável: o cahorródromo, conhecido como Espaço Canino Villa-Lobos, é cercado. Perfeito para os cachorros ficarem soltos sem correr o risco de se afastarem demais e se perderem.

1 / 8
1
03:05
Bolsonaro dá tiro no pé ao nomear Eduardo para embaixada
O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a nomeação de seu filho, Eduardo Bolsonaro, para a embaixada do Brasil nos …
2
02:31
Deltan usou Lava Jato para pedir férias de graça no Beach Park
Novos diálogos divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo em parceria com o site The Intercept Brasil mostram que o …
3
02:09
Maioria reprova mudanças para o trânsito propostas por Bolsonaro
De acordo com uma pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo, dia 14, a maioria da população reprova o projeto de lei …
4
02:00
Jair Bolsonaro volta a defender filho Eduardo na embaixada nos EUA
Alvo de críticas desde a última semana por indicar Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, …
5
04:13
Eduardo Bolsonaro ganha bolsa embaixada de seu pai
O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que pretende indicar seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, como embaixador do …
6
06:27
Previdência: entenda como pode ficar a sua aposentadoria
A Câmara dos Deputados aprovou com 379 votos o texto-base da reforma da Previdência. No entanto, a proposta ainda pode …
7
01:58
Desastre na Bahia: Barragem se rompe e moradores deixam suas casas
Uma barragem se rompeu na cidade de Pedro Alexandre, a 435 quilômetros de Salvador, na Bahia, na manhã desta quinta-feira, …
8
16:59
Glenn no Senado: confira os principais momentos do depoimento
O jornalista Glenn Greenwald, editor do portal The Intercept Brasil, foi ao Senado prestar esclarecimento sobre o vazamento das mensagens …