ONU: 137 mulheres são mortas por conhecidos a cada dia no mundo

A África e as Américas são as regiões com o maior risco de mulheres serem mortas por companheiros e familiares

Por: Redação | Comunicar erro
Ação na praia de Copacabana pelo fim da violência contra a mulher
O documento foi feito pelo Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (Onudd)

Um relatório publicado pelas Nações Unidas neste domingo, 25, mostra que 87 mil mulheres foram vítimas de feminicídio em 2017 em todo o mundo. Deste número, cerca de 50 mil, ou 58% delas, foram assassinadas por conhecidos, como companheiros, ex-maridos ou familiares — ou seja, 137 feminicídios a cada dia.

“No mundo todo, em países ricos e pobres, em regiões desenvolvidas e em desenvolvimento, um total de 50 mil mulheres são assassinadas todo ano por companheiros atuais ou passados, pais, irmãos, mulheres, irmãs e outros parentes, devido ao seu papel e a sua condição de mulheres”, diz o documento “Assassinato de gênero de mulheres e meninas”, feito pelo Escritório das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (Onudd).

Segundo o texto, os assassinatos de mulheres por parte de seus companheiros fazem com que o lar seja o “lugar mais perigoso para as mulheres” e “é frequentemente a culminação de uma violência de longa duração e pode ser prevenida”.

A África e as Américas são as regiões com o maior risco de mulheres serem mortas por companheiros e familiares. Na África, são 3,1 vítimas a cada 100 mil mulheres; nas Américas, o número cai para 1,6 vítima. A Oceania tem o índice igual ao mundial, de 1,3 mulher. A Ásia e a Europa têm, respectivamente, 0,9 e 0,7 a cada 100 mil mulheres.

De acordo com a ONU, para enfrentar esse problema é “crucial” envolver os homens na luta contra o feminicídio e “desenvolver normas culturais que se afastem da masculinidade violenta e dos estereótipos de gênero”.

1 / 8
1
02:09
Maioria reprova mudanças para o trânsito propostas por Bolsonaro
De acordo com uma pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo, dia 14, a maioria da população reprova o projeto de lei …
2
02:00
Jair Bolsonaro volta a defender filho Eduardo na embaixada nos EUA
Alvo de críticas desde a última semana por indicar Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, …
3
04:13
Eduardo Bolsonaro ganha bolsa embaixada de seu pai
O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que pretende indicar seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, como embaixador do …
4
06:27
Previdência: entenda como pode ficar a sua aposentadoria
A Câmara dos Deputados aprovou com 379 votos o texto-base da reforma da Previdência. No entanto, a proposta ainda pode …
5
01:58
Desastre na Bahia: Barragem se rompe e moradores deixam suas casas
Uma barragem se rompeu na cidade de Pedro Alexandre, a 435 quilômetros de Salvador, na Bahia, na manhã desta quinta-feira, …
6
16:59
Glenn no Senado: confira os principais momentos do depoimento
O jornalista Glenn Greenwald, editor do portal The Intercept Brasil, foi ao Senado prestar esclarecimento sobre o vazamento das mensagens …
7
03:14
Dimenstein: Por que eu defendo a reforma da previdência?
A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 10, o texto principal da reforma da Previdência. O placar foi de 379 votos a …
8
03:22
Dimenstein: por que eu defendo Tabata Amaral?
Em meio à polêmica envolvendo a votação pela reforma da Previdência, que aconteceu nesta quarta-feira, 10, no plenário da Câmara, …