Violência contra a mulher: conheça os tipos e como denunciar

Texto escrito por Thaina Trindade e publicado no Superela

Por: Superela Comunicar erro
Só no ano de 2015 já foram registrados mais de 32 mil casos de violência contra a mulher

Como se não bastasse um, existem diversos tipos de violência contra a mulher e hoje vamos falar sobre eles.

A redação do ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio) de alguns anos atrás foi sobre a violência contra a mulher, um tema que causou uma enorme repercussão no país inteiro, um assunto que hoje ainda é considerado tabu, mas que deve ser discutido em escolas, em casa e em rodas de amigos, pois é a realidade de muitas mulheres em nosso país e no mundo.

A violência contra a mulher tem que ser levada a sério. Só no ano de 2015 já foram registrados mais de 32 mil casos e esse número é muito maior, pois ainda há muitas mulheres que sofrem agressão mas não têm coragem de pedir ajuda.

Crédito: Getty Images/iStockphotoA violência contra a mulher tem que ser levada a sério

Só para você ter ideia dos números absurdos:

Violência contra as mulheres no Brasile números

Quem acompanha a página e prestou enem certamente conseguiu ir bem na redação do ENEM ontem. Aproveitando que o tema foi violência contra a mulher, republicamos o vídeo que fizemos em conjunto com a página Mariasmarias para marcar o dia internacional de combate à violência contra as mulheres (25 de novembro).No Brasil, cada 12 segundos uma mulher é violentada, a cada 10 minutos uma mulher é estuprada e a cada 90 minutos uma mulher é assassinada.

Posted by Eu quero que desenhe on Monday, October 26, 2015

Muito se discute sobre a agressão física à mulher, que é um motivo de grande preocupação, mas há outros tipos de agressão que as mulheres sofrem diariamente e muitas vezes nem reconhecem tal atitude como agressão. Vamos falar um pouco sobre cada uma:

Tipos de violência contra a mulher:

1. Violência Física

Causa danos ao corpo da vítima, os danos podem ser causados através de socos, tapas, chutes, amarrações, etc. Em 2006 foi criada a Lei Maria da Penha que tem o propósito de diminuir a violência doméstica e familiar contra a mulher. São registradas mais de 50 ligações por dia, mas é de conhecimento que o número de casos de violência física contra a mulher é muito maior e que muitas acabam não denunciando seus agressores por medo e por vergonha.

2. Violência Psicológica

Continue lendo aqui: Violência contra a mulher: conheça os tipos e como denunciar

  • Leia também:
1
04:12
Entenda a maior treta de Bolsonaro com o PSL
O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), afirmou, nesta quinta-feira, 17, que vai “implodir o presidente”Jair Bolsonaro. A …
2
08:00
Lava Jato usou denúncia contra Lula para abafar crise de Janot e Temer
A matéria mais recente da Vaza Jato publicada pelo site The Intercept Brasil mostra diálogos entre os procuradores da força-tarefa …
3
04:04
O que se sabe sobre as manchas de óleo no litoral do Nordeste
Nos últimos dias de agosto, manchas de óleo começaram a aparecer em praias do litoral do Nordeste. O problema começou …
4
03:39
Bolsonaro nega envolvimento no caso das candidaturas laranjas do PSL
Durante um de seus encontros recentes com a imprensa, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que não tem nenhuma …
5
02:55
STF quer verificar a veracidade dos diálogos entre procuradores e Moro
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, quer verificar a autenticidade das conversas trocadas entre procuradores da Lava …
6
05:39
Por que o STF e a Operação Lava Jato estão em clima de guerra?
A tensão existente entre a Operação Lava Jato e o Supremo Tribunal Federal (STF) não é nenhuma novidade. O problema …
7
03:56
A verdadeira face de Ysani Kalapalo
A presença da jovem indígena Ysani Kalapalo na comitiva do presidente Jair Bolsonaro à ONU, na semana passada, ainda causa …
8
06:40
Trump pode sofrer impeachment?
A abertura de um processo de impeachment contra o presidente norte-americano, Donald Trump, se tornou um dos assuntos mais comentados …