Últimas notícias:

Loading...

Outra música que faz apologia ao estupro é denunciada ao Spotify

Após 'Só Surubinha de Leve' ser banida das plataformas, mais uma letra tem causado revolta nas redes sociais

Por: Redação
“Vai, Faz a Fila”, do MC Denny

Após protesto de mulheres nas redes sociais, Spotify, Deezer e YouTube decidiram banir de suas plataformas a música “Só Surubinha de Leve”, do MC Diguinho. O funk foi acusado de fazer apologia ao estupro, em trechos como “taca bebida, depois taca a pica e abandona na rua”.

Mas, infelizmente, não é apenas essa música que reproduz o machismo e a violência de gênero. Diante da repercussão, usuários encontraram outra letra, chamada “Vai, Faz a Fila”, do MC Denny, que tem o seguinte trecho: “Vou socar na tua buceta sem parar; E se você pedir pra mim parar, não vou parar; Porque você que resolveu vir pra base transar; Então vem cá, se você quer, você vai aguentar”.

No YouTube, o funk está disponível no canal Legenda Funk, que também divulgava a música de MC Diguinho.

O Catraca Livre entrou em contato com o Spotify, que informou que o procedimento para retirar músicas da plataforma é responsabilidade das distribuidoras. “O catálogo do Spotify é abastecido por centenas de milhares de gravadoras, artistas e distribuidoras em todo o mundo. Eles são devidamente avisados sobre nossas diretrizes e são responsáveis pelo conteúdo que entregam”, diz o texto.

“Informamos que contatamos a distribuidora da música ‘Só Surubinha de Leve’ a respeito do ocorrido e, fomos informados que a faixa será retirada da plataforma nas próximas horas pela distribuidora, uma vez que o tema foi trazido à nossa atenção”, completa.

Veja as reações nas redes sociais:

https://twitter.com/owman0/status/953748223197401089

https://twitter.com/gerardwhay_/status/953740836004683777

  • Leia mais:

Compartilhe: