Papais noéis negros surgem em shoppings e comemoram representatividade

Garoto negro disse a Papai Noel que ele era lindo porque eram iguais

Por: Redação

A maior figura natalina, o Papai Noel, tem ganhado cada mais representatividade pelo país. Este fim de ano, Aylton Lafayette, do Rio de Janeiro, e Ubirajara Araújo, da Bahia, ambos com 66 anos, vão atuar como papais noéis em seus estados: no Madureira Shopping, em Madureira (RJ), e Center Lapa (BA), respectivamente.

Papai Noel negro
Crédito: Madureira Shopping/ DivulgaçãoPapai Noel negro do Madureira Shopping, no Rio de Janeiro

Anos antes, Rubens Campolino, 70 anos, outro Papai Noel negro, chegou a atuar no Vale Sul Shopping, em São José dos Campos (SP).

Aylton Lafayette disse ao F5 que é tempo de parar com a discriminação e que o Natal tem todas as cores.

Já Ubirajara Araújo contou que um garoto negro disse que ele era lindo porque eram iguais e ele se emocionou. Ele acrescentou que entendia a realização das pessoas.

Compartilhe: