Últimas notícias:

Loading...

Pastor cometia violência sexual dizendo que era tratamento de Deus

Líder religioso acumula várias denúncias sobre crime de estupro e de importunação sexual

Por: Redação

A polícia abriu dois inquéritos para investigar um pastor da igreja Renascendo para Cristo de Goiânia que está sendo denunciado por várias mulheres por violência sexual. Uma das vítimas é uma adolescente de 16 anos.

“Todas as vezes que ela ia, ela chegava em casa chorando e se mutilava – as pernas, as costas. E eu comecei a desconfiar. Foi um choque. Quando eu vi aquilo, o meu mundo desabou. Eu morri ali”, contou a mãe da menina ao Fantástico.

Esney Martins da Costa cometia os abusos argumentando que aquilo era necessário para o crescimento espiritual das vítimas. “Ele às vezes confunde até a mente da gente em acreditar que o que ele faz vem de Deus”, disse uma das mulheres.

Para outra vítima, ele dizia que tratava-se de um tratamento. “Falava que eu era lésbica e que precisava de tratamento, tratamento de Deus. Na época eu trabalhava, tinha um emprego muito bom. E ele disse que eu tinha que sair do emprego e depender de Deus. Ele falava que minha família não prestava e que eu tinha que me afastar da família”, contou.

pastor
Crédito: Reprodução/TV Globo Pastor é denunciado por violência sexual contra mulheres

Procurado pela reportagem do Fantástico, o pastor não quis dar nenhuma declaração.

Além dos crimes de estupro e de importunação sexual, o pastor também foi denunciado por posse sexual mediante fraude, crime de ameaça e crime de lesão corporal contra as mulheres.

Compartilhe: