Últimas notícias:

Loading...

Pastor homofóbico renuncia após ser flagrado em app de paquera gay

Por: Redação

Um pastor de Michigan, nos Estados Unidos, que já fez pronunciamentos contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, foi flagrado em busca de relações em um aplicativo de paquera gay, chamado Grindr. Após o ocorrido, ele renunciou ao cargo. As informações são do UOL.

O site de notícias Queerty capturou imagens da conversa em que Matthew Makela envia fotos suas para outros homens no app. O pastor, que é pai de dois filhos, confirmou a autenticidade das fotos, mas não fez mais comentários depois que o artigo veio a público.

Matthew condenou a homossexualidade em inúmeros discursos. Em um comentário para um jornal “anticasamento gay”, agora deletado, ele comparou a homossexualidade ao alcoolismo e sugeriu que os gays poderiam superar a atração pelo mesmo sexo com apoio suficiente.

“Eu amo as pessoas que têm atração sexual pelo mesmo sexo, assim como Deus”, escreveu ele. “Nós não dizemos a uma pessoa que nasce com tendências para o abuso de álcool para continuar a satisfazer seus desejos inatos. Tentamos ajudá-la em sua luta”, afirmou.

No aplicativo, o pastor pediu para se encontrar com outros homens, explicando que tinha uma namorada e não podia sair à noite.

Veja a reportagem na íntegra.

Compartilhe: