Pena alternativa

Por: Redação | Comunicar erro

Havia cinco pontos de droga na rua em que Alexandre De Maio morava na periferia de São Paulo, onde frequentemente ocorriam tiroteios. Numa das brigas entre quadrilhas, um bala perdida atingiu uma menina. A cena do sangue escorrendo pelo chão teve um impacto estético em Alexandre, que, até então, só fazia histórias em quadrinhos inspiradas nos super-heróis americanos. “Logo depois que o corpo foi retirado, me tranquei no carro para desenhar aquela história.”

Desenhava-se, naquele dia, um encontro que faria com que a mistura de periferia e arte moldasse a vida de Alexandre -os quadrinhos chamaram a atenção de Mano Brown, líder do Racionais MC’s, que estimulou a sua publicação.

Desde que era menino, a habilidade artística tinha salvado Alexandre do tiroteio escolar. Diante da dificuldade em matérias como matemática, ele argumentava com os professores que seu futuro estava em desenho, e não seria justo repeti-lo por causa dos números. Em contrapartida, fazia uma série de projetos de artes gráficas para a escola, como uma espécie de pena alternativa. Numa prova de matemática, a professora viu que ele estava apenas desenhando um casal se beijando. Ela pediu o desenho de presente para presentear o namorado -mais uma pena alternativa.

Seus colegas gostavam daquelas histórias em quadrinhos, afinal eram retratados como super-heróis, com extraordinários poderes; as meninas ficavam deslumbrantes nas sensuais roupas do tipo Mulher Maravilha.
Até que veio a imagem da menina morta com a bala perdida em sua rua. “Vi como era bobo eu ficar me inspirando com os super-heróis.”

A fonte de inspiração estava bem à frente, a começar da briga de gangues de sua rua. Nasciam assim seus quadrinhos e a descoberta do rap, dos Racionais. Decidiu, então, ilustrar as letras do grupo. Mano Brown mostrou as tiras para o escritor Ferréz, que, em parceria com Alexandre, escreveu “Os inimigos não mandam flores”.

Em meio a seus quadrinhos, Alexandre começou a fazer publicações para relatar o movimento cultural da periferia, quase nunca coberto pelos meios de comunicação. Foi um dos primeiros a falar da onda de saraus poéticos que surgiram num bar (Zé do Batidão) da zona sul.

Seu projeto mais ambicioso é fazer uma revista periódica apenas com quadrinhos sobre a periferia -a primeira história já está pronta, feita em parceria com Ferréz. A rua de sua casa da adolescência já tinha ensinado a Alexandre que, na periferia, muitas vezes a realidade supera a ficção.

PS – Veja uma coleção dos desenhos do Alexandre -entende-se como ele conseguiu passar em matemática.

Coluna originalmente publicada no jornal Folha de S.Paulo

Compartilhe:

1 / 8
1
53s
Operação Lava Jato prende ex-presidente Michel Temer
Em mais uma etapa da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, o ex-presidente Michel …
2
02:53
Suzano e Nova Zelândia: os impactos da exposição excessiva
A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse que o nome do atirador que matou 50 pessoas em uma mesquita em …
3
02:28
Posse de armas: Nova Zelândia dá exemplo de civilidade ao mundo
Após chocar o mundo nesta semana com o massacre de 50 pessoas em duas mesquitas de Christchurch, a Nova Zelândia …
4
03:10
Entenda o mistério por trás da boneca Momo
Ainda mais perturbador, o Desafio da Momo está de volta e desta vez a boneca aparece supostamente dentro de vídeos …
5
02:25
Bolsonaro apoia a construção de muro entre EUA e México
Em viagem diplomática a Washington, o presidente Jair Bolsonaro disse apoiar a construção do muro na fronteira entre EUA e México, …
6
01:42
A nova decisão do STF e o futuro da Lava Jato
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a partir de então os crimes de lavagem de dinheiro e corrupção quando …
7
02:31
Atentado na Nova Zelândia: crimes transmitidos nas redes sociais
Mais um atentado terrorista chocou o mundo nesta sexta-feira, dia 15. Um atirador realizou ataques simuntâneos em duas mesquitas, deixando …
8
01:45
O lugar em que os atiradores de Suzano foram considerados heróis
Uma reportagem publicada nesta terça-feira, 14, pelo portal da Vice indica que os atiradores que invadiram a Escola Estadual Raul …