Plano Diretor de São Paulo é premiado pela ONU

Por: Redação | Comunicar erro

O Plano Diretor de São Paulo, desenvolvido durante a gestão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT), foi premiado pela ONU-Habitat, programa da Organização das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, como uma das quatro melhores práticas inovadoras de agenda urbana, dentre 146 candidaturas de 16 países.

O site da ONU diz que o plano apresentado por Haddad, que esteve à frente da capital paulista entre os anos 2013 e 2016, tem o propósito de fazer a cidade “mais humana, moderna e equilibrada, através do emprego e da moradia para enfrentar as desigualdades sócio-territoriais”.

O texto ainda destaca que o plano defende um projeto “democrático de cidade, inclusivo, ambientalmente responsável, produtivo e, sobretudo, de melhora de qualidade de vida”.

Plano Diretor foi sancionado em 31 de julho de 2014 pelo então prefeito Fernando Haddad
Plano Diretor foi sancionado em 31 de julho de 2014 pelo então prefeito Fernando Haddad

Além de São Paulo, foram reconhecidas iniciativas de Porto Rico, Equador e Costa Rica. Os projetos são voltados, respectivamente, à recuperação da água em assentamentos informais, processo de melhoria de habitação em bairros vulneráveis e periféricos e a conservação natural como prática urbana.

A ONU diz que os quatro projetos se destacaram por trazer “inovação com alto potencial de transferência e perspectiva de gênero”, criando “ambientes mais inclusivos e dignos” em uma cidade com direitos “para todas e todos”.

Em sua conta oficial no Facebook, Haddad afirmou que sua gestão na cidade já soma sete prêmios internacionais. “Uma pena a mídia tradicional local não ter pautado temas dessa envergadura, que efetivamente moldam o futuro da nossa cidade”, escreveu.

O que é o Plano Diretor

Aprovado no dia 30 de junho de 2014, o Plano Diretor Estratégico do Município de São Paulo traz uma série de diretrizes para orientar o desenvolvimento e o crescimento da cidade pelos próximos 16 anos.

O principal objetivo do Plano, segundo o site da Prefeitura, é humanizar e reequilibrar São Paulo, aproximando moradia e emprego e enfrentando as desigualdades socioterritoriais. Dentre outras normas, o PDE determina regras para o mercado imobiliário, como a quantidade de vagas de garagem para carros em prédios e a altura de empreendimentos, segundo a localização.

A secretária municipal de Desenvolvimento Urbano, a arquiteta Heloisa Proença, afirmou que, se preciso, a gestão do prefeito João Doria (PSDB) poderá rever alguns instrumentos urbanísticos em vigência para atrair investidores.

Compartilhe:

Tags: #politica
1 / 8
1
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …
2
03:48
O melhor jornal do mundo faz a pior reportagem para Bolsonaro
Essa é a pior reportagem já publicada num jornal estrangeiro contra Jair Bolsonaro. Por dois motivos: saiu no mais importante …
3
03:47
A estranha conexão entre o caso Najila Trindade e Sérgio Moro
O jornalista Gilberto Dimenstein publicou em sua coluna no site Catraca Livre um texto em que conecta dois casos de …
4
03:04
Entendas os possíveis impactos do vazamento das mensagens de Moro
O site The Intercept Brasil divulgou trechos de mensagens trocadas entre o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, …
5
02:00
Tire todas as dúvidas sobre a doação de sangue
O frio chegou para te lembrar sobre a importância de doar sangue. Uma simples doação pode ajudar até quatro pessoas! Durante …
6
02:58
O que revela a foto de Bolsonaro ao lado de Neymar
O presidente Jair Bolsonaro postou uma foto ao lado de Neymar após o amistoso entre Brasil e Qatar, que aconteceu …
7
05:25
Projeto pode acabar com multa no transporte de criança sem cadeirinha
De acordo com o projeto de lei entregue pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados nesta terça-feira, dia …
8
02:00
Maior parte dos brasileiros é contra flexibilização das armas
Uma pesquisa divulgada pelo Ibope aponta que a maior parte dos brasileiros não apoia a flexibilização do porte e da …