Poeta viaja 5 mil km pelo nordeste brasileiro divulgando livro

Pedro Tostes comemora 15 anos de carreira e passará por 13 cidades, incluindo todas capitais nordestinas

Por: Redação

O poeta Pedro Tostes está em uma turnê de divulgação de seu quarto livro, “Na Casamata de Si” (Patuá, 2018). Saindo de São Paulo, o poeta tem vindo, viajando de ônibus, e passará por 13 cidades, incluindo todas as capitais nordestinas, além de Vitória, no Espírito Santo. Serão 5 mil quilômetros rodados pelo autor, que comemora 15 anos de literatura com mais de 7 mil livros vendidos de mão em mão.

Crédito: Renata ArmelinPedro Tostes define o livro como bélico, e percorre o nordeste brasileiro com lançamentos

“Na casamata de Si”, poema-título do livro surgiu após Pedro Tostes ver um poema de sua autoria pichado no banheiro de uma faculdade em São Paulo. Agora ele marca os 15 anos de carreira do autor, que é carioca, mas vive em São Paulo, onde já trabalhou em diferentes áreas – de pasteleiro a livreiro, mas se agrada mesmo é de fazer poesia e literatura, vendendo-a nas ruas, conquistando leitores.

E a missão desta vez é ainda maior. Além dos leitores, Pedro Tostes quer conquistar os ouvintes também. O livro “Na casamata de si” sai também em audiolivro, tanto para download, como para streaming. Ouça aqui.

“Minha ideia foi distribuir a poesia nos mais variados e diferentes formatos e o audiolivro ainda é uma novidade. Vai ser totalmente gratuito também”, destacou o autor.

Turnê

A ‘road trip’ começou no início deste mês e o poeta já passou por Vitória (ES), Teixeira de Freitas (BA), Porto Seguro (BA), Salvador (BA), Aracaju (SE), Maceió (AL) e Recife (PE). E ele segue ainda para João Pessoa (PA), Campina Grande (PA), Natal (RN), Fortaleza (CE), Teresina (PI) e São Luis (MA).

“Este é um livro que fala sobre minha trajetória, sobre guerrilha, sobre meus 20 anos vivendo na cena da poesia marginal brasileira. Quem ler, vai encontrar muito de mim. É a marcação bélica do meu trabalho”, definiu.

Sobre o autor

Pedro Tostes é poeta reincidente e insistente. Graduado Nos Rolês com PhD em Pilantropia Cultural. Seus crimes foram mais conhecidos como “o mínimo” (2003), “Descaminhar” (2008), “Jardim Minado” (2014) e esta mais recente contravenção. Foi detido, averiguado e apreendido pelas autoridades por porte e comercialização de livros em prestigiosa Fresta Literária. Com a organização delituosa “Poesia Maloqueirista”, entre outros crimes, editou a infame revista “Não Funciona”, que realizou 20 golpes bem sucedidos com mais de 20 mil incidências literárias na primeira década do século. Apesar da aparência dócil e gentil, o indivíduo citado apresenta alta periculosidade. Já foi visto aqui na escamandro, mas ninguém sabe seu paradeiro. Sua cabeça está a prêmio. Caso o encontre, favor informar às autoridades.

Serviço

Mais informações sobre o livro podem ser encontradas na fanpage: https://www.facebook.com/nacasamatadesi

1
Brumadinho: relatos lembram a maior tragédia socioambiental do Brasil
Há um ano, a cidade de Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte (MG) viveria um pesadelo difícil de ser esquecido. Era …
2
Denúncia contra Glenn Greenwald é um ataque à liberdade de imprensa?
Uma denúncia realizada pelo Ministério Público Federal foi vista como um ataque direto à liberdade de imprensa no Brasil. O …
3
9 pontos polêmicos que Sergio Moro se esquivou no Roda Viva
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi o primeiro entrevistado da nova temporada do programa Roda Viva, …
4
‘Noivado’ de Regina Duarte com Bolsonaro divide opiniões
“Nós vamos noivar, vou ficar noiva, vou lá conhecer onde eu vou habitar, com quem que eu vou conviver, quais …
5
A queda: entenda a polêmica que custou o cargo de Roberto Alvim
Após praticamente reproduzir um discurso do ministro nazista Joseph Goebbels, o ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, protagonizou uma polêmica que …
6
Impunidade de Victor não é caso isolado no Brasil de Bolsonaro
Victor Chavez, cantor sertanejo da extinta dupla Victor e Léo, foi condenado por agredir a esposa grávida de quatro meses …
7
Anarquia da ponte pra lá: a história do punk na periferia de SP
Autor do livro My Way, Valo Velho é história viva da cena anarcopunk de São Paulo. A Catraca Livre foi até …
8
Backer: entenda o caso das cervejas contaminadas
O Ministério da Agricultura suspendeu a venda de cervejas da marcar Backer e determinou que a empresa faça um recall …